NFL

Ex-GM do Detroit Lions, Matt Millen passa por transplante de coração bem-sucedido

Matt Millen, ex-executivo e linebacker da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

Ex-linebacker da National Football League e ex-general manager do Detroit Lions, Matt Millen passou por um transplante de coração bem-sucedido e ele está se recuperando em um hospital em Nova Jersey.

“Os médicos disseram que o coração era uma combinação perfeita e que ele está bem. A cirurgia correu bem”, declarou Pat Millen, esposa de Matt, à ‘NBC Sports’ via mensagem de texto.

Antes do procedimento cirúrgico, Matt Millen falou à ‘NBC Sports’ que o transplante ia começar às 4h (de Brasília) e que a operação levaria cerca de seis horas.

O Neward Beth Israel Medical Center confirmou ao Outside The Lines, da ‘ESPN’ norte-americana, que a cirurgia foi realizada em seu hospital na manhã desta segunda-feira (24).

Millen tem sofrido de amiloidose, uma doença rara que exigiu cirurgia. Em outubro, ele se afastou de seu trabalho como radialista na Big Ten Network para se concentrar em sua saúde.

Ex-empregado da ‘ESPN’, Millen esteve no hospital por quase três meses à espera de um transplante.

Atualmente com 60 anos de idade, Millen falou publicamente sobre sua doença em abril, quando ele disse ao ‘Morning Call’, de Allentown, na Pensilvânia, que seu coração estava funcionando em cerca de 30% de sua capacidade. A amiloidose ocorre quando a amolóide, uma proteína semelhante a amido, acumula-se na medula óssea e se espalha para órgãos e outros tecidos do corpo. Quando isso acontece, pode causar falhas nos órgãos.

A Mayo Clinic relata que 70% das pessoas diagnosticadas com amiloidose são homens com idades entre 60 e 70 anos.

Selecionado na segunda rodada do draft de 1980 pelo Oakland Raiders, depois de sair da Universidade de Penn State, Millen foi linebacker na NFL por 12 temporadas, tendo vestido as camisas dos Raiders, do San Francisco 49ers e do Washington Redskins. Ele foi selecionado para o time All-Pro em duas oportunidades, foi ao Pro Bowl em uma vez e ganhou quatro Super Bowls.

Depois de ir para as cabines de transmissão após o final de sua carreira como atleta, Millen foi contratado pelo Detroit Lions em 2001 para se tornar presidente do time e general manager. A franquia de Michigan demitiu Millen no meio da temporada 2008, ano em que os Lions terminaram com 0-16, pior campanha da história da NFL.

Comments
To Top