UFC Lutas e MMA

TJ Dillashaw sobre aposentadoria: “Escrevi uma carta para Hunter”

TJ Dillashaw sobre aposentadoria: "Escrevi uma carta para Hunter"

Ex-campeão do peso-galo do UFC, o americano TJ Dillashaw falou pela primeira vez após a notícia de que se aposentaria do MMA. Escalado para enfrentar Aljamain Sterling no UFC 280, no final de outubro do ano passado, o lutador acabou se lesionando no treino, mas preferiu se manter no evento. Com intensas dores, TJ não resistiu e foi nocauteado no 2º round.

Dillashaw admite que a aposentadoria foi um assunto que tratou com sua esposa mesmo antes de sua última luta, por mais que ainda não fosse uma certeza.

— Fiz uma cirurgia no ombro há quatro semanas e o médico meio que teve uma conversa dura com a gente. Ele estava tipo… “Ei, cara. É hora de tomar uma decisão. Esta é a sua terceira cirurgia no ombro nos últimos três anos”. Isso me fez pensar sobre a vida e sobre o meu filho, sobre ser capaz de ser ativo com ele e jogar golfe com ele — apenas viver a vida fora das lutas, sabe? — disse Dillashaw.

Após o anúncio de sua decisão, a conta “UFC Roster Watch”, no Twitter, notificou seus seguidores de sua aposentadoria.

— Sair assim, sem realmente ter um desempenho real… Ainda acredito que sou o melhor nesta categoria. Pensei: saio com saúde, recupero o cinturão, principalmente contra um lutador como o Aljamain, que é uma luta muito boa para mim. Aceitei a luta por isso mesmo estando lesionado — contou.

O agora ex-lutador também comentou sobre a lesão que teve em seu ombro esquerdo. Segundo TJ, tudo foi planejado pela equipe.

— Planejei o jogo para isso. Tive uma reunião com meu médico e pensei: você pode fazer um vídeo da melhor maneira de colocar meu ombro de volta na cavidade? Porque isso pode acontecer”. Assim como com qualquer técnica, dieta ou corte de peso, você precisa planejar tudo. Então, apenas planejei o pior cenário possível e, infelizmente, aconteceu — disse o americano.

— Fui ver o médico e, com meu filho e tudo o que estava acontecendo, pensei: ‘F***-se, acabou’. Escrevi uma carta para Hunter (Campbell, diretor de negócios do UFC) e disse: “Cara, obrigado pelo que você fez pelo esporte, pela plataforma que você me deu e pelo nome que consegui construir por causa disso. Mas estou fora agora”.

E MAIS: 

+ Terá trilogia entre Conor McGrego x Nate Diaz?

+ Drew Dober alcança recorde de finalizações

+ Luta de Tayson Fury x Usyk está por detalhes

+ Conor McGregor chama ex-amigo de idiota

+ Mauricio Shogun confirma aposentadoria para o UFC 283 Rio

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top