UFC Lutas e MMA

Julianna Peña volta a cobra UFC por embate contra Amanda Nunes: “Única luta que faz sentido”

Julianna Peña x Amanda Nunes

Ex-campeã peso-galo do UFC, Julianna Peña tem somente um objetivo: reencontrar Amanda Nunes, sua grande rival no MMA e atual vencedora da categoria. Na opinião da americana, que foi derrotada pela brasileira em julho, em decisão unânime, a organização norte-americana está falhando por ainda não ter reservado o terceiro combate entre as lutadoras.

Em entrevista ao site ‘MMA Junkie', durante a premiação do World MMA Awards, Julianna Peña, de origem venezuelana, deixou claro que uma revanche contra Amanda Nunes é a sua única obsessão para o futuro.

“A campeã Amanda (Nunes) não tem uma luta e a ex-campeã, prestes a se tornar campeã novamente, também não tem uma luta, então sinto que essa é a única luta a se fazer. É a única luta que faz sentido para mim e a única que eu vejo em meu futuro”, destacou Peña.

Com um triunfo para cada lado, Peña destacou que seria “injusto” o comitê não lhe permitir ter uma revanche, assim como Amanda Nunes teve a oportunidade após ser derrotada em dezembro do ano passado.

“Para mim, não há outra resposta. Eles estão fazendo Deiveson Figueiredo x Brandon Moreno, pelo amor de Deus. Eu finalizei ela na primeira vez, fiquei sem tempo na segunda vez. Permiti a ela a oportunidade de fazer os ajustes e mudar as coisas no camp para a revanche. Eu absolutamente sinto que a coisa adequada a se fazer é me permitir fazer os mesmos ajustes”, afirmou.

 

Aos 33 anos, Julianna Peña tem um cartel considerável. São 11 vitórias e cinco derrotas. Antes das duas disputas de cinturão, a americana vinha de triunfo sobre Sara McMann por finalização no terceiro round.

+ Charles do Bronx projeta retorno ao UFC

Já com a cabeça fria após ser derrotado, Charles do Bronx diz estar preparado para retornar ao UFC. Em entrevistas ao ‘Podcast SUPER LUTAS', o ex-campeão lamentou a perda do título, mas projetou seu retorno e fez uma promessa aos amantes do mundo das lutas.

“Eu queria muito fazer parte desse card (UFC Rio) e queria muito lutar no Brasil. São muitos anos lutando fora. Porém, a gente sentou, pensou muito e não é o ‘time', não é o momento. Preciso descansar de verdade, sabe. Quero estar mais próximo da minha família. Em março ou abril, devo voltar”, disse.

 

E MAIS: 

+ Terá trilogia entre Conor McGrego x Nate Diaz?

+ Drew Dober alcança recorde de finalizações

+ Luta de Tayson Fury x Usyk está por detalhes

+ Conor McGregor chama ex-amigo de idiota

+ Mauricio Shogun confirma aposentadoria para o UFC 283 Rio

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top