COLUNAS

Phoenix Suns – Jogadores, escalação, chart e news

phoenix suns

Antes de tudo, o Phoenix Suns é um time americano de basquete com sede em Phoenix, Arizona. A saber, competem na NBA como membro da Conferência Oeste. Primeiramente, a franquia começou a jogar em 1968 como um time de expansão. Dessa forma, a equipe chegou às finais da NBA em 1976, no que é considerada uma das maiores surpresas da história da NBA.

Entretanto, depois de não conseguir conquistar um campeonato, o Suns se reconstruiria em torno de Walter Davis durante a maior parte da década de 1980, até a aquisição de Kevin Johnson em 1988. Consequentemente, na década de 1990, o Suns chegou aos playoffs por um recorde da franquia de 13 aparições consecutivas. Logo, permaneceu como candidato ao título regular ao longo da década, alcançando as finais da NBA em 1993.

No entanto, só em 2004, quando o Suns contratou o agente livre Steve Nash (que havia desabrochado no Dallas Mavericks após ser negociado pelo Phoenix seis anos antes) é que voltou à disputa dos playoffs. Portanto, com Nash, Shawn Marion e Amar'e Stoudemire, e com o técnico Mike D'Antoni, a franquia se tornou conhecida mundialmente por seu ataque rápido e dinâmico.

Todavia, desempenharam um papel importante na revolução do jogo na NBA. Decerto por seu estilo de jogo, chamado seven seconds or less (sete segundos ou menos). Sobretudo, conseguiram mais duas primeiras colocações na conferência, mas, novamente, não conseguiu conquistar o título da NBA e outra reconstrução aconteceu.

Outrossim, o Suns detém a 7ª melhor porcentagem de vitórias de todos os tempos da NBA e tem a 2ª maior porcentagem de vitórias de qualquer time a nunca ter vencido um campeonato da NBA. Por fim, 10 Hall of Fame jogaram pelo Phoenix, enquanto dois – Barkley e Nash – ganharam o MVP da NBA enquanto jogavam pelo time.

Phoenix Suns Estatísticas

Jogadores Phoenix Suns

A princípio, o Phoenix Suns contratou, em 6 de agosto de 2021, Landry Shamet, negociado em troca de Jevon Carter e os direitos de draft de Day'Ron Sharpeno. Em seguida, em 10 de agosto, trouxeram Elfrid Payton, junto New York Knicks.

Bem como trouxe o experiente JaVale McGee um depois, no dia 16 de agosto, junto ao Denver Nuggets. Já em 7 de setembro, o ala-armador Chandler Hutchison, vindo do Washington Wizards, se juntou ao time. Ainda mais, no dia 26 de setembro, trouxeram Chasson Randle do Lakeland Magic afiliado do Orlando Magic.

Escalação Phoenix Suns

Posição Iniciantes Segundo Terceiro Quarto/Quinto
Armadores Chris Paul Cameron Payne Chasson Randle Landry Shamet
Ala-Armadores Devin Booker Landry Shamet Elfrid Payton
Alas Jae Crowder Dario Saric Chandler Hutchison
Alas-Pivôs Mikal Bridges Cameron Johnson Abdel Nader
Pivôs Deandre Ayton JaVale McGee Frank Kaminsky

Notícias do Phoenix Suns

De acordo com o jornalista Adrian Wojnarowski, da ESPN norte-americana, os executivos do Phoenix Suns acertaram uma extensão contratual de quatro anos com o ala Mikal Bridges, avaliada em US$ 90 milhões. O jovem de 25 anos foi uma peça fundamental na rotação da equipe na última temporada. Portanto, a franquia tinha o interesse de renovar seu vínculo de calouro. Na pré-temporada da equipe, foram quatro jogos, com três vitórias e uma derrota. Começaram mal, sendo derrotados pelo Sacramento Kings por 117 x 106. Por outro lado, venceram bem os Lakers por 117 x 105 e 123 x 94, bem como o Portland Trail Blazers por incríveis 119 x 74. Por fim, chegam ao início da temporada em uma crescente.

Depois de 10 temporadas consecutivas sem vaga no playoff, o Suns chegou às finais da NBA de 2021 depois de adquirir Chris Paul, formando um trio com seus jovens Devin Booker e Deandre Ayton. A saber, terminaram a temporada regular como 1º colocado da Divisão do Pacífico com um recorde de 51-21. Assim, ficaram na 2ª colocação da Conferência Oeste, atrás apenas do Utah Jazz.

Ademais, disputou os playoffs, passando por Los Angeles Lakers, varreu o Denver Nuggets, bateu o Los Angeles Clippers na final da conferência e, por fim, chegou até as finais da NBA. Entretanto, foi derrotado pelo Milwaukee Bucks. Portanto, após ser finalista, chega como forte candidato para a temporada 2021/22.

Nesse ínterim, os Suns têm um equilíbrio ideal de jovens e veterinários e – no caso de Booker e Paul – um par de estrelas que podem dar o exemplo e mostrar o caminho. O técnico Monty Williams se conecta bem com essa equipe e, portanto, o Suns deve passar pela temporada regular em boa forma, assumindo que não haja lesões.

Foto destaque: Divulgação / Phoenix Suns

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top