NBA: Draymond Green provoca torcida dos Celtics: ‘Feliz por terem perdido’

Paola Zanon | 31/05/2023 - 09:34

Draymond Green ficou bastante satisfeito com a vitória do Miami Heat sobre o Boston Celtics nas finais da Conferência Leste da NBA e aproveitou para provocar a torcida, que não foi nada amigável com ele ano passado.

— Agora os torcedores dos Celtics vão dar desculpas, mas eu não dou a mínima para nada disso. Eles foram rudes comigo e estou feliz por terem perdido. Eu gosto de ver os torcedores dos Celtics sofrendo—, disparou o jogador, em seu podcast solo no Instagram, o The Draymond Green Show.

O defensor do Golden State Warriors se referiu a ofensas racistas quando disse que a torcida foi rude com ele nas finais da liga em 2022. A franquia de São Francisco venceu a série por 4 a 2.

Apesar da felicidade diante do desapontamento da torcida, Draymond Green deixou claro seu respeito pelos jogadores da equipe.

— Não, eu não estou feliz porque [Jayson] Tatum perdeu, mas os torcedores dos Celtics não estão ganhando. Eles têm que deixar de ser quem são. Eles são o que todos pensávamos que eram—, declarou o jogador.

LEIA TAMBÉM:

+ NBA: Heat, liderado por Butler, apaga rótulo de azarão e vai para decisão

++ NBA: Lakers e Celtics disputavam hegemonia, mas terminaram fora da finais

Diversos jogadores da liga já reclamaram da torcida no TD Garden, incluindo LeBron James. Nesta temporada, 100 atletas aleatórios da NBA elegeram a arena de Boston como a mais hostil para um jogo fora de casa, mesmo tendo na lista os barulhentos Madison Square Garden, do New York Knicks, e Golden 1 Center, do Sacramento Kings.

Dependendo do resultado, os torcedores dos Celtics começam a ser rudes até mesmo com a própria equipe e abandonam a arena antes do fim da partida quando estão perdendo. Green, inclusive, insinuou que esse comportamento serve como “combustível” aos jogadores rivais.

— Quando chegou o grande momento, eles [torcida] não sabiam como lidar. De repente [para os torcedores], os arremessos começaram a ficar curtos, esqueceram de como jogar basquete. Eles perderam todos os jogos em que eram favoritos—, explanou Draymond Green.

A torcida do Boston Celtics tem um longo histórico de racismo desde a criação da NBA, mas o caso só ficou em evidência quando a estrela da equipe era Bill Russell, que foi hostilizado mesmo tendo conquistado 11 dos 17 títulos da franquia.

Quando teve sua camisa 6 aposentada, o jogador fez questão de que a cerimônia acontecesse com a arena vazia, devido ao péssimo relacionamento que teve com a torcida durante as 15 temporadas que esteve por lá.

Agenda das Finais da NBA:

  • Jogo 1 – 1º de junho, quinta-feira, às 21h30 – Denver Nuggets x Miami Heat
  • Jogo 2 – 4 de junho, domingo, às 21h – Denver Nuggets x Miami Heat
  • Jogo 3 – 7 de junho, quarta-feira, às 21h30 – Miami Heat x Denver Nuggets
  • Jogo 4 – 9 de junho, sexta-feira, às 21h30 – Miami Heat x Denver Nuggets
  • Jogo 5 (se necessário) – 12 de junho, segunda-feira, às 21h30 – Denver Nuggets x Miami Heat
  • Jogo 6 (se necessário) – 15 de junho, quinta-feira, às 21h30 – Miami Heat x Denver Nuggets
  • Jogo 7 (se necessário) – 18 de junho, domingo, às 21h – Denver Nuggets x Miami Heat
Escrito por Paola Zanon
Paola Zanon é jornalista formada pela Cásper Líbero, repórter e redatora com passagens pelo Notícias da TV, R7 e UOL Esporte. A carreira no jornalismo esportivo começou com a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de 2019 pelo R7 até chegar ao Quinto Quarto em fevereiro de 2023. São-paulina de coração e apaixonada por basquete, futebol e viagens.