Lutas e MMA

Dia de Matchmaker – UFC 264: Poirier x McGregor 3

UFC 264: Dustin Poirier x Conor McGregor

O UFC 264 aconteceu, no último sábado (10), e tem tudo para ser um dos maiores pay-per-views da história do UFC. Isso se resume unicamente ao último capítulo da trilogia entre Dustin Poirier e Conor McGregor. Além disso, tivemos um combate importantíssimo entre Gilbert Burns e Stephen Thompson, além de ótimas vitórias por parte de Tai Tuivasa e Sean O'Malley. A seguir, iremos incorporar os espíritos de Sean Shelby e apresentar os próximos passos para 10 atletas do card principal no Dia de Matchmaker.

DUSTIN POIRIER X CONOR MCGREGOR

Na luta principal, Dustin Poirier derrotou Conor McGregor por nocaute técnico, devido a uma interrupção médica no primeiro round. Então, já era a hora do momento para Poirier consolidar a sua evolução ou McGregor voltar ao caminho certo. No final, terminamos com um sentimento de uma história meio finalizada e meio à espera de um próximo capítulo. Dustin provou novamente a superioridade e controlou Conor na duração da luta. Pode-se falar que o americano foi melhor em pé, pois foi um golpe na trocação, que fez o irlandês buscar o clinch. O motivo que deixou a rivalidade com um possível gosto de não terminada foi como o combate terminou, pois McGregor fraturou o tornozelo e não pode continuar na luta.

Essa foi a terceira vitória seguida de Dustin Poirier, que consolidou o seu lugar como o próximo desafiante na categoria. Por mais que o presidente do UFC, Dana White, tenha dito após a luta que Poirier e McGregor se enfrentarão novamente, o irlandês deve ficar fora por um tempinho. Assim, o próximo passo do americano deve ser uma disputa de cinturão contra o campeão Charles Oliveira. Essa foi a segunda derrota consecutiva de Conor McGregor. Por causa da lesão, McGregor deve ficar um tempo longe e mesmo que ele mostre o desejo de enfrentar Poirier novamente, pensamos que ele deve enfrentar outro atleta. Então, esse é o momento perfeito para finalizar outra trilogia, dessa vez contra Nate Diaz.

GILBERT BURNS X STEPHEN THOMPSON

Na co-luta principal, Gilbert Burns derrotou Stephen Thompson por decisão unânime. O brasileiro acabou com os sonhos do americano de disputar o cinturão. Pode não ter sido uma vitória empolgante ou incrível, mas é assim que se derrotar o quebra-cabeça que é Stephen Thompson. Durinho utilizou um jogo pesado de quedas e não deixou o Thompson respirar durante a luta inteira.

O brasileiro se recupera da derrota para Kamaru Usman no UFC 258, em fevereiro deste ano. Assim, o próximo passo deve ser um confronto contra Jorge Masvidal ou Michael Chiesa. Essa foi a quarta derrota nas últimas sete lutas para o americano. O veterano de 38 anos enxergava esse combate contra Durinho como a última chance para ganhar mais uma disputa de cinturão. Então, com a derrota, tem muitas chances de Thompson pendurar as luvas, mas se o Stephen decidir continuar Neil Magny ou Santiago Ponzinibbio seria interessante.

TAI TUIVASA X GREG HARDY

Entre os pesados, Tai Tuivasa nocauteou Greg Hardy no primeiro round. Tai Tuivasa continua a se consolidar como um dos lutadores mais empolgantes de se assistir no UFC. Tuivasa como sempre veio pronto para uma batalha e não demorou muito para sentir alguns golpes e acabar com a luta. Após o neozelandês ficar trêmulo devido a um golpe de Greg Hardy, o americano foi com tudo para cima e foi nocauteado com um cruzado de esquerda de encontro.

Essa foi a terceira vitória seguida de Tai Tuivasa, todas por nocaute no primeiro round. Assim, o próximo passo deve ser um confronto contra o vencedor do combate entre Chris Daukaus e Shamil Abdurakhimov. Essa foi a segunda derrota seguida de Greg Hardy, ambas por nocaute. Então, o americano deve enfrentar Phillipe Lins ou Justin Tafa como próximo passo.

IRENE ALDANA X YANA KUNISTSKAYA

No peso galo, Irene Aldana derrotou Yana Kunitskaya por nocaute técnico no primeiro round. Aldana precisava de uma ótima performance após não bater o peso da categoria e demostrou a todos uma performance impecável. Irene conseguiu impedir todas as tentativas de clinch por parte da russa, ao mesmo tempo que contra golpeava com golpes precisos. Foi questão de tempo até a mexicana acertar um cruzado de esquerda que derrubou Kunitskaya e acabar a luta com ground & pound.

Irene Aldana se recupera da derrota para Holly Holm, em outubro do ano passado. Assim, o próximo passo deve ser um confronto contra Germaine de Randamie ou a vencedora entre Pannie Kianzad e Raquel Pennington. Yana Kunitskaya perde a primeira após uma sequência de duas vitórias. Então, um combate contra Julia Avila ou a perdedora entre Miesha Tate e Marion Reneau seria um próximo passo interessante.

SEAN O'MALLEY X KRIS MOUTINHO

Entre os galos, Sean O'Malley derrotou Kris Moutinho por nocaute técnico no terceiro round. Por mais valente que Kris Moutinho tenha sido, esse combate foi um massacre. Se formos pensar bem, a luta deveria ter sido interrompida após o primeiro round. Moutinho não estava oferecendo nenhum tipo de ofensividade e não estava defendendo nenhum dos golpes de O'Malley. O árbitro Herb Dean finalmente decidiu salvar o português com somente trinta segundos faltando para acabar o confronto.

Essa foi a segunda vitória seguida de Sean O'Malley. Assim, o próximo passo deve ser um confronto contra Cody Garbrandt ou Dominick Cruz. Essa foi a estreia de Kris Moutinho no UFC e pegou essa luta com 10 dias de antecedência. Então, o português demonstrou muito coração e personalidade, mas não está no nível do UFC. Se fossemos dizer um próximo passo, seria fora da organização.

PRÓXIMOS PASSOS

Portanto, esse foi o Dia de Matchmaker para 10 atletas do card principal do UFC 264. Enfim, o UFC retorna, no próximo sábado (17), com o UFC on ESPN 26: Makhachev x Moisés.

Foto destaque: Reprodução/MMA Fighting

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top