Ngannou rechaça luta contra Jon Jones no UFC: ‘Não vai acontecer’

Matheus Costa | 07/03/2023 - 14:43

Depois de deixar o UFC e deixar vago o cinturão dos pesos-pesados, Francis Ngannou viu de longe a continuação do legado do título da sua antiga categoria, na categoria até 120,2 kg. No último sábado (4), Jon Jones estreou na divisão e não tomou conhecimento de Ciryl Gané, finalizando o francês em dois minutos e se tornou o novo campeão.

Em seu canal no Youtube, Ngannou analisou a vitória de Jones para conquistar o cinturão que era seu. O ex-campeão afirmou que ficou surpreso pela curta duração da luta, mas elogiou a ‘ótima’ atuação do novo campeão.

— Eu sabia que se o Jones chegasse em um bom estado mental, e não como em suas últimas duas lutas, ele iria prevalecer na luta. Eu não enxergava essa luta sendo tão rápida. Eu achei que a luta seria maior. Fiquei surpreso do jeito que a luta acabou. Até vendo a reação do Ciryl, ele também ficou surpreso porque ele não estava nem se defendendo. Ele não pensava que uma finalização viria de onde veio. Foi uma ótima atuação do Jones.

LEIA MAIS:

+ Conheça os perigos para Jon Jones na categoria peso-pesado do UFC

++ Jon Jones entra para seleto grupo de lutadores campeões em duas categorias

Após a luta, Jon Jones usou sua conta no Twitter para atacar Francis Ngannou com ofensas diretas. O ex-campeão não respondeu diretamente as críticas do novo campeão, mas afirmou que a luta entre os dois não deve acontecer mais por fatores contratuais. O camaronês deixou o UFC recentemente, enquanto o americano renovou seu vínculo por mais oito lutas.

— Seria uma luta que eu adoraria ter feito, mas infelizmente não estou mais lá (no UFC). Essa luta não aconteceu e provavelmente nunca vai acontecer já que ele está num longo contrato com o UFC. Então, não vai acontecer mais.

Escrito por Matheus Costa
Matheus Costa é jornalista, repórter e redator com passagens por MMA Brasil, LANCE!, O Dia, Yahoo! e outros. Sua carreira no jornalismo iniciou na cobertura do MMA, depois se expandindo para a cobertura do futebol e dos bastidores de televisão esportiva brasileira. Já cobriu in loco eventos de MMA, futebol, basquete e jiu-jítsu.