Jones desafia Miocic e é respondido pelo ex-campeão; Ngannou se manifesta

Igor Ribeiro | 05/03/2023 - 16:57

A brilhante performance de Jon Jones no UFC 285 do último sábado (4/3) aguçou o sentimento dos fãs nas redes sociais sobre seu futuro na divisão dos pesos-pesados (até 120,2 kg). O ‘Bones’, que venceu Ciryl Gane por finalização, usou o microfone para desafiar o ex-campeão Stipe Miocic, que acompanhava o show na T-Mobile Arena, nos Estados Unidos.

Em coletiva de imprensa pós-evento, Jones revela considerar Miocic como o maior peso-pesado da história do esporte. Ele, no entanto, promete vencer seu possível adversário e considera que o croata deixe seu ‘segundo trabalho’ como bombeiro para uma luta pelo cinturão.

— Minha próxima luta será incrível. Digo com todo respeito para (Stipe) Miocic. Eu tiraria uma folga de trabalho de bombeiro agora. O mundo está concentrado nele e é a maior oportunidade da minha vida, ter a chance de vencer o melhor peso-pesado e usar tudo que eu tenho. Ele nunca será mais jovem e mais rápido do que é agora. Não vou apenas vencer Miocic, mas acabar com a luta antes dos rounds de luta pelo cinturão.

Desafiado por luta, Stipe não demorou para responder. Com semblante tranquilo, o croata afirmou não ter se impressionado com a atuação de ‘Bones’ e projeta confronto para julho.

— Bom para ele. Parabéns! Você ganhou. Te vejo em julho. Não vai mudar nada em meu treino, pois vou chutar a b*nda dele. Estou pronto aqui e mais pesado agora. Vai ver a diferença (quando a luta acontecer) em julho. Não vou nem falar mais coisas agora.

A luta entre Jones e Miocic já foi confirmada pelo presidente do UFC, Dana White. O mandatário atestou que os dois lutadores já têm acerto verbal, sendo necessária apenas uma data para que o duelo aconteça.

Ngannou parabenizou Jones

Antigo campeão do UFC, Francis Ngannou foi a publico se manifestar sobre a atuação de Jon Jones. O franco-camaronês, que deixou a organização depois de não chegar a um acordo por renovação, tratou de parabenizar ‘Bones’, mas fez questão de ressaltar que ele seria o verdadeiro campeão da divisão.

— Bom trabalho, menino Jonny. Sinceramente, o rei do peso-pesado — escreveu em seu Twitter.

Aos 35 anos, Jon Jones é membro do Hall da Fama do UFC e conseguiu se tornar o oitavo lutador a deter dois cinturões de categorias distintas. Com um cartel de 27 vitórias, uma derrota e uma luta sem resultado, ele é tido como o maior nome da história do esporte e já venceu nomes expressivos como Ciryl Gane, Alexander Gustafsson, Daniel Cormier, Chael Sonnen, Maurício Shogun, lyoto Machida, Glover Teixeira, Vitor Belfort e Thiago Marreta.