Play-in NBA: o que esperar do clássico entre Warriors e Kings?

Paola Zanon | 16/04/2024 - 15:26

O play-in da NBA este ano contará logo de cara com um clássico da Califórnia entre Golden State Warriors e Sacramento Kings, na noite desta terça-feira (16).

As duas equipes, que terminaram a temporada regular com a mesma campanha positiva de 46 vitórias e 36 derrotas, disputarão uma vaga no segundo jogo da repescagem, para só então competir para estar nos playoffs.

Por critério de desempate, os Kings ficaram com a 9ª colocação da Conferência Oeste e poderão jogar o play-in em casa, no Golden 1 Center, que no ano passado foi considerado um dos piores ginásios para os visitantes devido ao barulho da torcida. A franquia teve 24 vitórias em 41 jogos como mandante ao longo da temporada regular.

Mas isso não deverá ser um problema tão grande para os Warriors como foi na temporada passada, já que o time melhorou o desempenho fora de casa e conseguiu 25 vitórias em 41 partidas.

O retrospecto das equipes mostra que a disputa de play-in será bastante equilibrada na Califórnia. Desde o começo da temporada, as duas equipes chegaram a se enfrentar quatro vezes, com duas vitórias para cada lado; cada um dos times venceu um jogo no Chase Center e um no Golden 1.

Além disso, os dois times têm nomes de peso em seus elencos que se destacaram nos jogos regulares. Pelo Golden State, Stephen Curry foi o líder da temporada em bolas triplas, com 357 arremessos convertidos, e Klay Thompson foi quem mais acertou lances livres, com 92,7% de aproveitamento.

Pelo Sacramento, Domantas Sabonis foi o líder em rebotes, com 1097, além de líder em triplos-duplos, com 26, e também em duplos-duplos, com 77 —sendo 61 seguidos. E De’Aaron Fox foi quem mais roubou bolas, com pelo menos dois roubos por jogo.

Warriors x Kings levam rivalidade ao play-in

Desde os playoffs do ano passado, Golden State e Sacramento passaram a travar uma das rivalidades que mais tem crescido na liga. Classificados em terceiro lugar, os Kings enfrentaram os Warriors, sextos colocados, logo na primeira rodada do Oeste.

De um lado, o atual campeão da NBA, do outro, um time que passou 16 anos sem aparecer na pós-temporada —parecia uma competição injusta, mas não foi bem assim.

O time da capital californiana surpreendeu ao abrir 2 a 0 na série e seguiu dando bastante trabalho ao trio de tetracampeões de São Francisco, forçando a disputa até o Jogo 7, quando enfim, os Warriors conseguiram a classificação para as semifinais de conferência.

Além do fato de as duas franquias serem da Califórnia, a rivalidade também foi acirrada pela briga entre Sabonis e Draymond Green, que deu um pisão no peito do pivô durante o Jogo 2. Por causa disso, o defensor foi até suspenso no meio da série.

Agora, as equipes voltam a se encontrar para mais uma disputa importante no play-in. Quem vencer, avançará para o jogo de sexta-feira (19), contra o perdedor do confronto entre Los Angeles Lakers e New Orleans Pelicans, para então brigar pela 8ª colocação.

Escrito por Paola Zanon
Paola Zanon é jornalista formada pela Cásper Líbero, repórter e redatora com passagens pelo Notícias da TV, R7 e UOL Esporte. A carreira no jornalismo esportivo começou com a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de 2019 pelo R7 até chegar ao Quinto Quarto em fevereiro de 2023. São-paulina de coração e apaixonada por basquete, futebol e viagens.