COLUNAS

Kevin Garnett – Notícias, estatísticas e salário

Kevin Garnett - Notícias, estatísticas e salário

Descubra a seguir dados de Kevin Garnett, esse grande jogador de basquete, que fez história na NBA. Um completo resumo de sua carreira e até mesmo seus salários. Confira!

Estatísticas de Kevin Garnett na NBA

A saber, durante sua carreira na NBA, Kevin Garnett foi nomeado para 15 All-Star Games, ganhando o prêmio de MVP do All-Star em 2003. Bem como foi nomeado para a equipe All-NBA nove vezes e para a equipe defensiva 12 vezes. Então, é certo que Garnett também detém quase todos os recordes da franquia Timberwolves, exceto o de mais bolas de 3 pontos, algo que nunca foi seu forte. Em suma, seus recordes são:

  • Mais jogos (970);
  • Cestinha da franquia (19.201);
  • Mais minutos jogados (36.189);
  • Maior reboteiro (10.718);
  • Mais assistências (4.216);
  • Roubos de bola (1.315);
  • Tocos (1.590);
  • Mais bolas dentro do garrafão (7.647);
  • Mais pontos em lances livres (3.743).

Sua carreira como jogador de basquete

Antes de mais nada, Kevin Garnett, conhecido como “The Big Ticket” (o Grande Ingresso) por seu enfático dunking e capacidade atlética, é um ex-jogador americano de basquete que jogou por 21 temporadas na NBA. Em primeiro lugar, é conhecido por sua intensidade, habilidade defensiva e versatilidade, sendo considerado um dos maiores ala-pivôs de todos os tempos. A saber, em 2020, era um dos cinco jogadores da NBA a ganhar o prêmio de MVP da NBA e jogador defensivo do ano.

Primeiramente, Kevin entrou no draft da NBA em 1995, onde foi selecionado como a 5ª escolha geral pelos Minnesota Timberwolves e se tornou o primeiro jogador da NBA recrutado diretamente após o colégio em 20 anos. A princípio, Garnett teve um impacto imediato nos Wolves, levando-os a oito aparições consecutivas nos playoffs.

Assim, em 2004, liderou o Timberwolves às finais da Conferência Oeste e ganhou o Prêmio MVP da NBA. Além disso, foi nomeado Jogador defensivo do ano da NBA em 2007/08. Logo depois, ainda em 2007, depois de 12 temporadas em Minnesota, Garnett se juntou ao Boston Celtics em uma negociação de grande sucesso. Assim, cinco jogadores, duas escolhas de 1ª rodada no draft e considerações em dinheiro: é a maior combinação de jogadores e escolhas já negociada por um único jogador na história da NBA.

De antemão, em seu primeiro ano com o Celtics, ajudou a levá-los ao título da NBA, ao mesmo tempo que terminou em 3º lugar para o prêmio de MVP. Em contrapartida, em 2013, Garnett foi incluído em uma segunda negociação que o enviou para o Brooklyn Nets com o antigo Celtic, Paul Pierce. Dessa forma, em 2015, Kvein foi negociado de volta para o Minnesota. Por fim, anunciou sua aposentadoria do basquete profissional em setembro de 2016.

Em primeiro lugar, seu máximo de pontos em um mesmo jogo foi de 47, frente ao Phoenix Suns, em 4 de janeiro de 2005. Bem como em rebotes foi de 35, por duas vezes, contra o Orlando Magic (2005) e Suns novamente (2003). Nesse ínterim, em 2003, teve seu recorde de assistências, com 12, repetido, frente o Portland Trail Blazers e, claro, Phoenix.

  • Pontos: 26.071 (17,8 p/j)
  • Rebotes: 14.662 (10,0 p/j)
  • Assistências: 5.445 (3,7 p/j)

Salário de Kevin Garnett na NBA

Antes de mais nada, de acordo com o site Celebrity Net Worth, o patrimônio líquido de Kevin Garnett é de US$ 120 milhões (R$ 655.1 milhões). Enfim, também conhecido como “KG”, “The Kid” e “TheFranchise”, seu salário em sua última temporada na NBA foi de US$ 8.5 milhões (R$ 46.4 milhões). Contudo, na época, também ganhava US$ 10 milhões (R$ 54.5 milhões) adicionais por ano com patrocínios.

Em suma, Kevin é o jogador da NBA com mais ganhos de todos os tempos. Por certo, durante sua carreira, ganhou US$ 448 milhões (R$ 2.4 bilhões) apenas em salário. De fato, isso representa US$ 11 milhões (R$ 60 milhões) a mais do que o segundo jogador que mais ganhou, Kobe Bryant. Por consequência, seu maior salário em uma única temporada foi em 2003/04, pelo Minnesota Timberwolves, com US$ 39.2 milhões (R$ 214 milhões).

TEMPORADA TIME SALÁRIO
2016/17 Minnesota Timberwolves US$ 8.5 milhões
2015/16 Minnesota Timberwolves US$ 9.1 milhões
2014/15 Minnesota Timberwolves US$ 12.9 milhões
2013/14 Brooklyn Nets US$ 12.7 milhões
2012/13 Boston Celtics US$ 14 milhões
2011/12 Boston Celtics US$ 24.2 milhões
2010/11 Boston Celtics US$ 22.2 milhões
2009/10 Boston Celtics US$ 19.6 milhões
2008/09 Boston Celtics US$ 29.1 milhões
2007/08 Boston Celtics US$ 29.3 milhões
2006/07 Minnesota Timberwolves US$ 26.6 milhões
2005/06 Minnesota Timberwolves US$ 23.8 milhões
2004/05 Minnesota Timberwolves US$ 21.7 milhões
2003/04 Minnesota Timberwolves US$ 39.2 milhões
2002/03 Minnesota Timberwolves US$ 36.1 milhões
2001/02 Minnesota Timberwolves US$ 32.4 milhões
2000/01 Minnesota Timberwolves US$ 29.3 milhões
1999/00 Minnesota Timberwolves US$ 26 milhões
1998/99 Minnesota Timberwolves US$ 22.1 milhões
1997/98 Minnesota Timberwolves US$ 3.3 milhões
1996/97 Minnesota Timberwolves US$ 2.7 milhões
1995/96 Minnesota Timberwolves US$ $2.7 milhões
Total US$ 448 milhões

Últimas notícias

Antes de tudo, em 2006, Kevin Garnett recebeu o prêmio de cidadania J. Walter Kennedy, prêmio da NBA dado a quem jogador, técnico ou membro da equipe que mostra “serviço excepcional e dedicação à comunidade”. Portanto, após sua aposentadora, em 2017, tornou-se consultor do Los Angeles Clippers. Embora também tenha atuado como consultor para o Milwaukee Bucks durante este período.

Entretanto, em 2018, Kevin processou seu contador em US$ 70 milhões (R$ 382.1 milhões). De acordo com o ex-jogador, esse contador colaborou com um gerente de fortunas para roubá-lo. Decerto, os réus negaram as acusações. Assim, um deles, inclusive, havia sido condenado recentemente a quatro anos de prisão por fraudar Tim Duncan, outra estrela da NBA.

Sobretudo, Garnett se aventurou no mundo do entretenimento com aparições em programas como “Inside the NBA” e fez sua estreia no cinema, interpretando uma versão ficcional de si mesmo, no filme Uncut Gems, de 2019. Bem como se envolveu em uma série de empreendimentos comerciais – principalmente em termos de propriedade de equipes esportivas.

Dessa forma, em 2011, se tornou um acionista limitado da AS Roma, da Itália. Em contrapartida, em 2020, foi relatado que Garnett queria se tornar o novo proprietário dos Timberwolves. Por fim, admitiu que fazia parte de um grupo que esperava comprar a franquia de Glen Taylor.

Foto destaque: Reprodução / Steve Babineau / Getty Images

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top