Rigoni rescinde com time da MLS e torcida de clube brasileiro pede seu retorno

André Merice | 23/05/2024 - 15:26

Na última quarta-feira (22), o Austin FC, da Major League Soccer (MLS), anunciou a rescisão de contrato do meia Emiliano Rigoni. O argentino chegou aos Estados Unidos em julho de 2022, vindo do São Paulo, clube em que parece ter deixado saudade nos torcedores.

Nas redes sociais, principalmente no X (antigo Twitter), torcedores do São Paulo subiram uma campanha pedindo o retorno do jogador ao clube paulista. Além do Tricolor, o meia tem passagens por Belgrano e Independiente, da Argentina, Zenit, da Rússia, Atalanta e Sampdoria, da Itália, e Elche, da Espanha.

Embora seja o sonho de consumo para muitos torcedores do São Paulo, o retorno de Rigoni está praticamente descartado. No começo de sua passagem pelo clube do Morumbi, o meia foi titular na equipe de Hernán Crespo, sendo um dos destaques. Seus números, no entanto, caíram, culminando em uma saída, sem deixar saudade. Ao todo, o jogador marcou 13 gols em 70 partidas.

Na MLS, o argentino não conseguiu repetir os feitos que conquistou no futebol brasileiro. Com a camisa do Austin, Rigoni marcou apenas seis gols em 51 jogos, além de contribuir com seis assistências.

Austin na MLS

Nesta temporada da MLS, o Austin ocupa a terceira posição da Conferência Oeste, com 22 pontos. No retrospecto geral, a franquia conta com seis vitórias, quatro empates e quatro derrotas.

Na próxima rodada da liga, o Austin visita o San José, no sábado (25), a partir das 22h30 (de Brasília), no Avaya Stadium. Em caso de vitória e de tropeço do Minnesota United – segundo colocado com 24 pontos – o Austin pode assumir a vice-liderança da competição.

LEIA MAIS:

Escrito por André Merice
No Quinto Quarto desde janeiro de 2021, André Merice cursa o 7º período de jornalismo na Universidade de Ribeirão Preto. Apesar de ser torcedor do São Paulo Futebol Clube, André se encontrou na área dos esportes americanos e hoje se tornou "torcedor LeBron" e um admirador de Stephen Curry, o "Víbora".