UFC: José Aldo chora com homenagem ao entrar para o Hall da Fama

Igor Ribeiro | 07/07/2023 - 11:01

Na Semana Internacional da Luta, que termina com o UFC 290 no próximo sábado (8/7), José Aldo foi agraciado com uma homenagem emocionante ao ser eternizado no Hall da Fama do Ultimate. O manauara, reconhecido como uma lenda dos pesos-penas (até 65,7 kg) e um dos maiores nomes brasileiros na história do MMA, não conteve as lágrimas durante a cerimônia. 

Lutador que marcou época na “Era Moderna” do UFC, José Aldo subiu ao palco montado pela organização ao som da canção “Run This Town”, da cantora Rihanna, que se tornou a trilha sonora de sua trajetória no octógono ao longo de suas disputas na organização. A emoção foi visível no rosto do brasileiro, que chorou copiosamente durante sua entrada. 

VEJA TAMBÉM

Deiveson Figueiredo surpreende com acordo para encarar ex-campeão do UFC

++ Amigos e rivais? Jon Jones e Israel Adesanya têm encontro inusitado

Ao lado de José Aldo, Anderson Silva, também considerado um dos maiores lutadores de todos os tempos, recebeu a honra de entrar para o Hall da Fama do UFC. No entanto, o Spider não pôde comparecer ao evento e foi representado por seu filho, Kalyl Silva. Através das redes sociais, Anderson Silva expressou sua gratidão pela conquista e agradeceu aos fãs pelo apoio ao longo de sua carreira. 

José Aldo no UFC 

José Aldo, cuja trajetória no UFC é marcada por feitos extraordinários e uma legião de fãs, agora faz parte de um seleto grupo de lutadores imortalizados no Hall da Fama do UFC.  

O histórico de José Aldo no UFC é notável. Ele conquistou o cinturão dos pesos-penas em 2009 e o defendeu com sucesso por sete vezes consecutivas, estabelecendo-se como um dos campeões mais dominantes da categoria. Durante seu reinado, ele protagonizou batalhas memoráveis contra grandes oponentes, como Chad Mendes, Frankie Edgar e Urijah Faber. 

Além disso, o lutador também é conhecido por sua rivalidade épica com Conor McGregor, que culminou em uma disputa histórica no UFC 194, onde Aldo perdeu o cinturão em apenas 13 segundos. Mesmo diante da derrota chocante, o ex-campeão manteve sua determinação e se reinventou na categoria, entregando performances impressionantes e emocionantes para seus fãs. 

Escrito por Igor Ribeiro
Igor Ribeiro é especialista em lutas e MMA e começou a carreira na área como redator e repórter do site Super Lutas, até se tornar coordenador. Foi reporter do Quinto Quarto até julho de 2023.