Ryan Reynolds, The Weeknd e Snoop Dogg brigam para comprar time da NHL

Pedro Rubens Santos | 15/05/2023 - 20:33

A venda do Ottawa Senators, da NHL, virou uma guerra entre celebridades interessadas na franquia. Nomes como os do ator Ryan Reynolds e dos cantores Snoop Dogg e The Weeknd estão entre os que querem comprar o time da capital canadense.

Esta segunda-feira (15) marca a data final para o envio das ofertas. O valor estimado da equipe de hóquei está entre US$ 800 milhões e US$ 1 bilhão.

O plano de venda dos Senators foi anunciado em novembro, meses após a morte do então proprietário Eugene Melnyk. Desde então, diferentes grupos formados por celebridades e empresários têm se acumulado na intenção de adquirir a organização.

VEJA TAMBÉM

+ Tatum e Tkachuk: finalistas de conferência na NHL e NBA foram colegas de escola

+ NHL: como Bruins jogaram recorde ‘no lixo’ e levaram virada humilhante

Na última sexta-feira, um desses interessados desistiu da corrida: o Remington Group, que atua no mercado imobiliário, abriu mão da oferta que planejava fazer pela franquia. O ator Ryan Reynolds, coproprietário do Wrexham, clube de futebol da Inglaterra, estava envolvido com o grupo para a aquisição, que agora foi por água abaixo.

Canadense, Reynolds já havia declarado seu desejo de comprar o time de Ottawa. Em novembro, durante uma entrevista no ‘The Tonight Show’ com Jimmy Fallon, ele confirmou a informação.

Famosos interessados no Ottawa Senators

Segundo o ‘Ottawa Sun’, seis grupos seguem na briga pelo direito de administrar a equipe. E, ao contrário do ator de Deadpool, outras celebridades seguem no páreo.

O rapper Snoop Dogg confirmou, no início do mês de maio, sua participação no processo e acrescentou que está motivado em realizar esse desejo para aumentar a representatividade no esporte. Ele se junta ao produtor e diretor Neko Sparks na proposta de compra.

Outro artista que também entrou na batalha foi o cantor canadense The Weeknd, que participa da disputa junto com Jeffrey e Michael Kimel, do Harlo Capital Group, empresa do mercado financeiro.

Antes da desistência, o ‘Ottawa Sun’ havia informado que a expectativa de oferta do grupo Remington e Ryan Reynolds era de US$ 1 bilhão (R$ 4,89 bilhões na cotação atual).

Rob McElhenney e Ryan Reynolds, Wrexham. Foto: Reprodução/Twitter/@Wrexham_AFC
Ryan Reynolds é coproprietário do Wrexham, clube de futebol da Inglaterra. (Foto: Reprodução/Twitter/@Wrexham_AFC)

Não se sabe quantas ofertas, de fato, foram feitas e tampouco seus valores. Mas o processo de venda dos Senators mostrou que uma equipe esportiva à venda atrai muito interesse. Afinal, existem apenas 124 times nas quatro principais ligas dos Estados Unidos (NBA, NFL, NHL e MLB), e não é toda hora que um deles está disponível para aquisição.