NBA: Rockets roubam três nomes dos Celtics para trabalhar com Udoka

Pedro Rubens Santos | 03/06/2023 - 18:36

Ex-treinador do Boston Celtics, Ime Udoka parece estar atrás de nomes conhecidos para iniciar seu trabalho no Houston Rockets para a temporada 2023-24 da NBA.

Segundo fontes da liga informaram ao Boston Globe e ao HoopsHype, há a expectativa de que três treinadores assistentes de Boston deixem a franquia para trabalhar com o novo técnico dos Rockets.

Segundo Michael Scotto, do HoopsHype, informou neste sábado (3), os nomes com passagem comprada para Houston são Ben Sullivan, Mike Moser e Garrett Jackson. Na última quarta-feira, Gary Washburn, do Boston Globe, havia citado Aaron Mills ao invés de Jackson, e Scotto revelou que o profissional realmente atraiu interesse da franquia do Texas.

Sullivan, Moser e Jackson são todos ex-jogadores de basquete e chegaram aos Celtics nos últimos anos. O primeiro atua como assistente técnico, enquanto os dois últimos executam a função de treinadores de aprimoramento dos jogadores.

VEJA TAMBÉM

+ Nuggets tentam acabar com maldição inacreditável de 43 anos na final da NBA

++ NBA: Max Strus escancara mágoa dos Celtics após vencer com o Heat

Dos Celtics para os Rockets

Depois do anúncio de Ime Udoka como novo treinador dos Rockets, em abril, outros nomes estão pegando a estrada de Boston para Houston.

Ime Udoka (Foto: Boston Celtics/Divulgação)
Foto: Boston Celtics/Divulgação

Udoka deixou os Celtics de maneira conturbada devido a violações de condutas dentro da organização. O então treinador se relacionou, de maneira consensual, com uma funcionária da franquia e, por isso, acabou suspenso da última temporada.

O afastamento elevou o assistente Joe Mazzulla ao cargo de técnico principal. Ele dirigiu o time até as finais da Conferência Leste, na qual acabou derrotado por 4 a 3 na série pelo Miami Heat.

Udoka tem um ano como técnico principal na NBA. Em seu trabalho na temporada 2021-22, ele levou os Celtics às finais da liga, mas acabou amargando o vice-campeonato diante do Golden State Warriors.

No final de abril, ele fechou acordo com os Rockets para ser o novo comandante da equipe, no lugar do demitido Stephen Silas. A esperança da franquia é que a troca de comando ajude a levar o elenco de volta aos playoffs, o que não acontece há três anos.