NBA: Max Strus escancara mágoa dos Celtics após vencer com o Heat

Paola Zanon | 01/06/2023 - 14:30

Max Strus escancarou uma antiga mágoa que tem do Boston Celtics depois de derrotá-lo com a camisa do Miami Heat nas finais da Conferência Leste da NBA.

O ala é um dos muitos casos da franquia da Flórida que não foram draftados, ou seja, não entraram para a liga por, teoricamente, não serem bons o suficiente para serem uma das 60 escolhas de alguma equipe no Draft.

A recusa na peneira aconteceu em junho de 2019. Depois de alguns meses, Strus conseguiu um contrato com os Celtics, mas acabou dispensado antes mesmo do início da temporada de 2019/20, sem nem ter a chance de se provar em quadra.

LEIA TAMBÉM:

+ NBA: Jimmy Butler se explica após recusar levantar troféu do Leste

++ NBA Finals: técnico do Heat rebate deboche de Malone e acirra rivalidade

Após a conquista do título na última segunda-feira, Max provocou a franquia que negou uma chance a ele ao compartilhar nas redes sociais a notícia de que havia sido dispensado pelos Celtics.

— Campeões da Conferência Leste—, escreveu ele, na legenda.

Ainda durante a partida, a quatro minutos para o fim, Max Strus começou a comemorar e foi alertado por Gabe Vincent de que o jogo ainda não havia terminado.

— Acabou. Os fãs estão indo embora. Estão mortos. Foi a melhor sensação que já tive na minha carreira—, respondeu ele.

Max Strus na NBA

Depois de ter sido dispensado pela franquia de Boston sem nem ter chegado a pisar em quadra, Max Strus conseguiu um contrato com o Chicago Bulls.

Após ter marcado cinco pontos nos únicos cinco minutos de sua primeira partida na NBA, os Bulls anunciaram que o jogador havia se lesionado. Sem espaço na equipe após a recuperação, Max foi realocado para o Wind City Bulls, afiliado da franquia na G-League.

Com os bons resultados, Strus chamou a atenção do Miami Heat, que fechou um contrato com provisório com ele em dezembro de 2020.

Depois de ter algumas chances em quadra ao longo da temporada e de disputar a Summer League de 2021, o ala conseguiu um contrato de dois anos e US$ 3,5 milhões (R$ 17,6 milhões, na cotação atual) para permanecer na franquia da Flórida.

Max Strus valorizou a oportunidade que teve no Miami Heat e se destacou nos playoffs deste ano, conquistando seu primeiro prêmio da carreira com as finais do Leste.

Escrito por Paola Zanon
Paola Zanon é jornalista formada pela Cásper Líbero, repórter e redatora com passagens pelo Notícias da TV, R7 e UOL Esporte. A carreira no jornalismo esportivo começou com a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de 2019 pelo R7 até chegar ao Quinto Quarto em fevereiro de 2023. São-paulina de coração e apaixonada por basquete, futebol e viagens.