NBA: Miami Heat irá construir estátua para lenda da franquia

André Merice | 15/01/2024 - 10:02

Na noite do último domingo, a diretoria do Miami Heat, da NBA, aproveitou o intervalo da partida contra o Charlotte Hornets para homenagear um dos maiores jogadores de sua história, Dwyane Wade.

Durante a cerimônia realizada para celebrar a consagração de Wade no Hall da Fama, ocorrida no ano passado, o presidente do Heat, Pat Riley, revelou a inauguração de uma estátua de bronze em homenagem ao jogador, que estará fora do Kaseya Center, ainda este ano.

— Quando aposentamos sua camisa em fevereiro de 2020, eu disse que Dwyane seria o rosto desta franquia para sempre e estava falando sério. O legado de Dwyane é imponente não apenas para o Miami Heat, mas também para o condado de Miami-Wade. Não consigo pensar em uma maneira melhor de homenageá-lo do que homenagear esse legado — afirmou Pat Riley.

Os escultores Omri Amrany e Oscar Leon serão encarregados de criar a estátua de bronze de Dwyane Wade. Amrany, conhecido por seu trabalho em estátuas de outras lendas do basquete, como Michael Jordan e Shaquille O'Neal, garantirá que a homenagem seja à altura do legado de Wade.

Após o discurso de Pat, Wade expressou sua gratidão, destacando a importância de Miami em sua vida: “Nasci e cresci em Chicago, mas foi aqui que cresci. Dos 21 aos 37 anos, cresci aqui. Muitos fãs cresceram comigo… Não há amor como o amor de Miami, e toda vez que volto aqui sinto isso.”

Além da homenagem, o Heat também irá aposentar a camisa número 40, que hoje está com Udonis Haslem, durante seu próximo jogo em casa, na sexta-feira, contra o Brooklyn Nets.

Dwyane Wade na NBA

Dwyane Wade, que encerrou sua carreira após a temporada 2018-19, é um dos grandes ícones na história do Heat. Vestindo as cores de Miami, Wade conta com diversos recordes da franquia em seu nome, incluindo pontos, assistências, roubos de bola, jogos e minutos jogados. Ao longo dos 16 anos de NBA, sendo 15 deles com o Heat, Wade conquistou três campeonatos e um MVP das Finais, em 2006.

Escrito por André Merice
No Quinto Quarto desde janeiro de 2021, André Merice cursa o 7º período de jornalismo na Universidade de Ribeirão Preto. Apesar de ser torcedor do São Paulo Futebol Clube, André se encontrou na área dos esportes americanos e hoje se tornou torcedor LeBron James e um admirador de Stephen Curry, o "Víbora".