Com ou sem LeBron? Lakers planejam reformulação após eliminação para os Nuggets

André Merice | 30/04/2024 - 12:38

O futuro de LeBron James com o Los Angeles Lakers parece estar longe de ser decidido, com o front office da franquia considerando a janela de títulos da era LeBron “ainda aberta” e mostrando disposição para fazer grandes movimentos para manter o astro em Los Angeles.

A recusa de LeBron a uma oferta do Golden State Warriors foi um ato de lealdade, que deixou a equipe determinada a garantir sua permanência. Para isso, os Lakers estão dispostos a tomar medidas ousadas.

Uma das possibilidades é a escolha de Bronny James no próximo draft, o que seria visto como a realização de um sonho pessoal de LeBron e fortaleceria ainda mais os laços familiares com a equipe. Além disso, os Lakers estariam dispostos a oferecer um novo contrato válido por três anos, no valor aproximado de 162 milhões de dólares, o que manteria o astro na equipe até os 42 anos.

Para a próxima temporada, o Los Angeles Lakers planeja reforçar o elenco com jogadores de peso, mostrando-se disposta a se comprometer financeiramente para trazer uma ‘nova voz’ aos vestiários. Entre os atletas desejados, Trae Young, do Atlanta Hawks.

E a situação de Darvin Ham nos Lakers?

O futuro de Darvin Ham está em sério risco após a eliminação do Los Angeles Lakers no NBA Playoffs, na primeira rodada, para o Denver Nuggets, na última segunda-feira (29).

Segundo informações de Shams Charania, do The Athletic, Ham não deve retornar a Los Angeles na próxima temporada após a derrota para os Nuggets.

– O final da temporada do Lakers deixou o futuro de Darvin Ham em sério perigo, já que algumas partes interessadas indicam que é altamente improvável que ele retorne – revelou Shams, via X, antigo Twitter.

Ham, que assinou um contrato de quatro anos no valor de US$ 5 milhões (cerca de R$ 25 milhões) por temporada, passa por um momento nada agradável. Uma das razões para a possível saída de Darvin foi a alteração frequente na escalação durante a fase ruim dos Lakers. A decisão de colocar certos jogadores no banco, como Reaves e Russell, não agradou a muitos dentro da organização e do vestiário.

Além disso, as escolhas de rotação de Ham foram criticadas por serem previsíveis demais, permitindo que arremessadores com baixas médias aproveitassem a lentidão da franquia durante os jogos. Embora o Los Angeles Lakers seja construído em torno de estrelas como LeBron e Davis, os desempenhos inconsistentes de jogadores-chave durante os playoffs também contribuíram para a pressão sobre Ham.

LEIA MAIS:

++ NBA Playoffs 2024: Nuggets jogam mal, mas despacham Lakers no Jogo 5

++ Draymond Green ‘elogia’ Rudy Gobert por avanço nos playoffs: ‘Não é mais lixo’

Escrito por André Merice
No Quinto Quarto desde janeiro de 2021, André Merice cursa o 7º período de jornalismo na Universidade de Ribeirão Preto. Apesar de ser torcedor do São Paulo Futebol Clube, André se encontrou na área dos esportes americanos e hoje se tornou torcedor LeBron James e um admirador de Stephen Curry, o "Víbora".