NBA: Ja Morant detalha agressão contra adolescente pela 1ª vez

Paola Zanon | 11/12/2023 - 21:04

Intimado a depor no caso que é acusado de agredir um adolescente, Ja Morant deu detalhes sobre o ocorrido pela primeira vez, em audiência realizada nesta segunda-feira (11).

No processo, Joshua Holloway acusa o astro do Memphis Grizzlies de tê-lo agredido com mais de 10 socos, na época em que ele tinha 17 anos, e Ja, 22. A situação aconteceu na casa do próprio jogador, durante um desentendimento em uma partida de basquete, em julho do ano passado.

A mãe do menor de idade chegou a chamar a polícia, que foi até a casa do jogador. A promotoria, no entanto, afirmou não ter encontrado evidências suficientes para prosseguir com o caso. A família Holloway, então, optou por processar Ja Morant.

O depoimento de Ja Morant

Em seu depoimento, o armador alegou que o agrediu com um soco apenas uma vez, em legítima defesa, após o então adolescente arremessar a bola de basquete do lado esquerdo de seu rosto, além de fazer ameaças verbais a ele e sua família e ameaçar incendiar sua casa.

— Ele jogou a bola em mim, veio até o meu peito e jogou o ombro, foi aí que dei o soco—, admitiu ele.

As testemunhas de Joshua, no entanto, afirmaram que a bola que pegou na cabeça do jogador foi apenas um passe errado, que teria sido de peito. Ja contestou, relembrando que o então adolescente só havia usado uma das mãos, diferentemente de como um passe de peito é feito, e deu a entender que Joshua se irritou por estar perdendo.

A advogada de Holloway, então, questionou se Morant havia se desculpado ou se tinha alguma intenção de se desculpar com seu cliente.

— Provavelmente não, eu estava me protegendo—, respondeu o jogador, que mais cedo já havia dito que o adolescente também não se desculpou por acertar a bola em seu rosto.

De acordo com o testemunho de Ja, o adolescente teria ido em direção a ele em posição de luta, com os punhos cerrados. O jogador, então, acertou um soco no menor de idade para não ser atingido. Na sequência, quem estava presente tentou afastar Holloway de Morant, levando-o até o portão para ir embora.

— Enquanto ele se afastava, eu o ouvi dizer: ‘Vou iluminar este lugar como um show de fogos de artifício'—, relembrou o jogador.

Ao longo do testemunho, também foi solicitado que Ja Morant mostrasse como é feito um passe de peito, com uma bola de basquete do Memphis Grizzlies.

A advogada de acusação ainda usou vídeos de enterradas do jogador para demonstrar sua força, na intenção de ilustrar o quão perigoso seria um soco do armador.

— Eu sou um dos jogadores mais ágeis e habilidosos da liga, mas não sou um dos mais fortes—, disse Ja Morant.

O processo ainda contará com mais dois dias de audiência, na terça (12) e quarta-feira (13), mas não foi revelado se o jogador participará de mais alguma delas. Tee Morant, pai de Ja, também prestou depoimento nesta segunda.

Escrito por Paola Zanon
Paola Zanon é jornalista formada pela Cásper Líbero, repórter e redatora com passagens pelo Notícias da TV, R7 e UOL Esporte. A carreira no jornalismo esportivo começou com a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de 2019 pelo R7 até chegar ao Quinto Quarto em fevereiro de 2023. São-paulina de coração e apaixonada por basquete, futebol e viagens.