NBA: caso de agressão na residência de Ja Morant termina em prisão

Pedro Rubens Santos | 20/07/2023 - 15:00

A polícia do estado do Tennessee realizou uma prisão, na última quarta-feira (19), relacionada ao caso de agressão de um adolescente na residência de Ja Morant, astro do Memphis Grizzlies.

O jogador e um amigo estão sendo acusados de agredir um jovem de 17 anos durante uma partida de basquete, realizada em julho de 2022, e enfrentam um processo judicial sobre o caso. Quase um ano após o incidente, os policiais prenderam Davonte Pack, amigo de longa data de Morant, segundo a ESPN.

VEJA TAMBÉM

+ Miles Bridges se desculpa por ‘constrangimento’ após agredir namorada

+ Advogados de Ja Morant definem estratégia em acusação de agressão

Tanto o astro dos Grizzlies como o amigo, Pack, admitiram ter agredido a vítima. Morant afirma que agiu em legítima defesa após supostamente ter sido atingido no rosto pela bola, arremessada pelo jovem que agora o acusa legalmente.

Já Pack, preso na quarta-feira, afirmou que não se sentiu ameaçado no momento em que bateu na cabeça da vítima, que foi ao chão, nocauteada. A informação consta no mandado de prisão, obtido pela ESPN.

O amigo de Ja Morant será formalmente acusado nesta quinta-feira. Ele já esteve envolvido em outros problemas e chegou até a ser banido de partidas dos Grizzlies por conta de uma confusão ocorrida em janeiro, durante jogo contra o Indiana Pacers, em Memphis. Na ocasião, colegas do armador se desentenderam com membros da equipe rival e inclusive direcionaram um laser vermelho ao ônibus dos visitantes, insinuando a possibilidade do uso de arma de fogo.

A punição de 25 jogos imposta pela NBA a Morant veio após o jogador aparecer com uma arma em uma transmissão ao vivo na página de Pack no Instagram.

Defesa de Ja Morant

Os advogados de Ja Morant devem alegar legítima defesa no caso de agressão ao adolescente, o que pode garantir imunidade ao jogador sob a lei do estado do Tennessee, segundo a ESPN.

A decisão que Morant pode seguir com essa linha de defesa foi tomada na semana passada por um juiz que analisa o caso. Segundo seus advogados, o armador dos Grizzlies teria agredido o jovem identificado como Joshua Holloway com 13 socos, após ter o seu rosto acertado por uma bola, durante um jogo em sua casa, em julho de 2022.

A base da defesa do duas vezes All-Star leva em consideração a lei estadunidense “stand your ground”, que garante a um indivíduo justificativa legal para usar a força em situações de ameaça dentro de suas residências.

Ja Morant, do Memphis Grizzlies. Foto: Marty Jean / SUSA / Icon sport
Ja Morant está suspenso pelos primeiros 25 jogos da próxima temporada da NBA por mostrar novamente um arma nas redes sociais. (Foto: Icon sport)