Advogados de Ja Morant definem estratégia em acusação de agressão

Márcio Júnior | 12/07/2023 - 19:57

A polêmica envolvendo Ja Morant, astro do Memphis Grizzlies, acusado de agredir um jovem de 17 anos após discussão em um jogo amistoso, segue rendendo. Desta vez, os advogados do armador deve alegar legítima defesa no caso, o que pode garantir imunidade ao jogador sob a lei do Estado do Tennessee, segundo a ESPN americana.

A decisão que Morant pode seguir com essa linha de defesa foi tomada nesta quarta-feira (12) por um juiz que analisa o caso. Segundo seus advogados, Ja Morant teria agredido o jovem identificado como Joshua Holloway com 13 socos, após ter  o seu rosto acertado por uma bola, durante um jogo em sua casa, em julho de 2022.

A base da defesa do duas vezes All-Star, leva em consideração a lei americana “stand your ground”, que permite que uma pessoa tem justificativa legal para usar a força em situações que se sintam ameaçadas.

Leia mais:

+  Grizzlies quebram silêncio sobre Ja Morant e futuro da franquia

Relembre o caso: Ja Morant agrediu o jovem com socos e teria o ameaçado com arma de fogo

Em março deste ano, Ja Morant foi acusado de agredir com 13 socos o adolescente Joshua Holloway, além de ameaça-lo com uma arma. A confusão teria começado após Joshua atirar uma bola na direção do jogador, em uma partida amistosa de basquete, na casa do astro. À polícia, Morant admitiu ter dado o primeiro soco. A confusão aconteceu em julho de 2022.

Em abril deste ano, o jornal The Washinton Poste teve acesso aos bastidores do dia da confusão. Um dos policiais que ouviu o registro do adolescente,  chegou a falar, incrédulo, que estava “prestes a ter que ir prender Ja Morant”. Outro policial chegou a questionar se era, de fato, o astro do Memphis a qual o jovem se referia.

— Você está falando do jogador de basquete Ja Morant? Tipo, o Ja Morant do Memphis Grizzlies? — questionou um dos oficiais.

As falas foram retiradas das câmeras de segurança de um dos policiais que o jornal teve acesso.

Ja Morant já se envolveu em outras polêmicas

Na última temporada, o camisa 12 do Memphis foi alvo de diversas polêmicas envolvendo armas de fogo. A primeira delas aconteceu após a derrota por 113 a 97, contra o Denver Nuggets, no dia 4 de março, quando Ja Morant fez uma live em seu perfil nas redes sociais com uma pistola na mão, em uma boate na região de Denver. Morant foi punido pela NBA com suspensão de oito jogos, sem salário. À época, Morant chegou a pedir desculpas pelo ocorrido.

— Peço desculpas a minha família, colegas de time, técnicos, torcedores. Além disso, quero me desculpar com a franquia do Grizzlies como um todo. Eu preciso ficar de fora por algum tempo para conseguir ajuda. Vou conseguir, então, lidar com o estresse e tudo mais de uma forma melhor — disse o astro

Porém, no dia 13 de maio, o mesmo Ja Morant apareceu novamente em uma live no Instagram exibindo uma arma de fogo, ao lado de alguns amigos. Desta vez, no entanto, a punição foi mais severa. A NBA afastou Morant por 25 jogos a serem cumpridos na temporada 23/24. Contando as duas punições, Morant será punido por 33 partidas, todas elas sem receber salário. Estima-se que o prejuízo do astro gire na casa dos 50 milhões de dólares (R$ 238 milhões).

Antes da punição  da NBA, o camisa 12 já havia sido punido pelo próprio Memphis, que o afastou de todas as atividades do clube. Na tentativa de se livrar de uma punição, o jogador chegou a se filmar segurando uma arma de brinquedo, após ser questionado pela família por mais uma polêmica, mas não foi o suficiente para se livrar da punição. À época, Adam Silver, comissário da NBA, não gostou da forma que o jogador tratou o caso.

— O principal problema para Ja certamente foi, no primeiro incidente, ter tratado a arma como um brinquedo. Acho que esse é o perigo para a sociedade: pegar uma arma e transmitir ao vivo… Acho que todos concordam que segurança com armas é importante. Armas não são brinquedos — disse Silver.

Após ser punido, Ja Morant, que também precisará cumprir uma agenda de tratamento psicológico, com avaliação periódica de profissionais da NBA, pediu desculpas a família e comunidade de Memphis.

— Eu me responsabilizo por todas as minhas ações de ontem a noite. Peço desculpas a minha família, colegas de time, técnicos, torcedores. Além disso, quero me desculpar com a franquia do Grizzlies como um todo. Eu preciso ficar de fora por algum tempo para conseguir ajuda. Vou conseguir, então, lidar com o estresse e tudo mais de uma forma melhor — disse Ja Morant.

Escrito por Márcio Júnior
Márcio Júnior é baiano formado pela Faculdade Regional da Bahia. Cobriu de carnaval a Copa do Mundo na TVE Bahia, onde venceu o prêmio de reportagem do mês. Apaixonado por futebol, NBA, NFL e games de história. Torcedor do Bahia e Los Angeles Lakers. Passei pela ALBA, Rádio Educadora, Superesportes e Trivela. No Quinto Quarto desde julho de 2023.