NBA: Após derrota para os Rockets, Giannis detona defesa dos Bucks ‘temos que ser melhores’

Márcio Júnior | 07/01/2024 - 12:55

Parece que Giannis Antetokounmpo não curtiu muito a derrota do Milwaukee Bucks para o Houston Rockets, no último sábado (6), por 112 a 108. O astro e principal líder da equipe criticou muito o baixo desempenho defensivo do time, principalmente na primeira metade do jogo.

No fim do primeiro tempo do jogo, os Bucks chegaram a estar perdendo por 20 pontos. Mas não só a diferença de pontos incomodou o grego, mas também a postura defensiva da equipe. Embora nos dois últimos períodos do jogo o desempenho defensivo tenha melhorado, com o time diminuindo essa vantagem para apenas 4 pontos, nem mesmo os 48 pontos do grego foram suficientes para virar o confronto.

— O ataque vai estar lá dia sim e dia não. Mas o esforço defensivo tem que estar lá todo dia. E, defensivamente, nosso esforço não estava lá. Não havia orgulho. Os adversários faziam o que queriam. Do nosso lado não havia nada. Aquilo não era o Milwaukee Bucks. Isso não é quem nós somos. No 2º tempo, estávamos melhores, porque nós fomos lá e competimos, dificultamos, e no 1° não fizemos isso. E não é bom, cara. Porque agora estamos jogando um tipo de basquete, especialmente defensivamente, que não somos nós. Temos que ser melhores —

Disse Giannis, em entrevista após o jogo.

LEIA MAIS

+ Lakers em crise: Darvin Ham recebe ultimato para clássico contra Clippers

++ NBA libera volta de Draymond Green após 12 jogos de suspensão

‘Precisamos levar para o lado pessoal’, cobrou Giannis após derrota na NBA

Durante os pouco mais de sete minutos que passou tentando explicar o que aconteceu com o setor defensivo da equipe, principalmente no primeiro quarto, Giannis explicou qual fator ele considera mais importante para o time, principalmente no encaixe defensivo, volte a desempenhar um melhor papel.

Para o astro, duas vezes eleito o melhor jogador da temporada, a palavra chave é “orgulho”. Em palavras duras, o jogador ainda deu a entender que, quem não estiver comprometido com a equipe, que deixe e franquia.

— Orgulho. Orgulho. Precisamos levar isso para o lado pessoal. Quem quer jogar duro, joga duro. Quem não quer jogar duro, tem que ser uma decisão que tem que ser tomada. Até eu também. Se eu não jogar duro, me coloque no banco. Há momentos em que estou cansado e não jogo o máximo que posso, e há momentos em que dou tudo o que tenho —

completou Giannis, após a derrota para os Rockets.
Escrito por Márcio Júnior
Márcio Júnior é baiano formado pela Faculdade Regional da Bahia. Cobriu de carnaval a Copa do Mundo na TVE Bahia, onde venceu o prêmio de reportagem do mês. Apaixonado por futebol, NBA, NFL e games de história. Torcedor do Bahia e Los Angeles Lakers. Passei pela ALBA, Rádio Educadora, Superesportes e Trivela. No Quinto Quarto desde julho de 2023.