Climão nos Warriors? Draymond Green confirma: ‘Não gosto do Chris Paul’

Pedro Rubens Santos | 19/07/2023 - 15:00

A contratação de Chris Paul pelos Warriors reviveu um antigo conflito do ‘Point God’ com Draymond Green. Nesta quarta-feira (19), o astro de Golden State falou sobre seus problemas com o novo colega de equipe.

Veteranos da NBA, os dois jogarão juntos pela primeira vez na carreira. E embora a aquisição tenha sido vista como um grande acerto da organização, dúvidas foram levantadas sobre a parceria de CP3 e Green dentro de quadra.

— Eu disse publicamente que não gosto do Chris (Paul) antes. E não vou dizer agora que isso mudou porque somos colegas de time — declarou Green, no Pat Bev Podcast.

LEIA MAIS

+ Draymond Green inflama treta com Jordan Poole após saída dos Warriors

+ NBA: dono dos Warriors revela futuro da equipe e diz que só existe ‘um plano’

Apesar das rusgas, o camisa 23 afirmou que a relação não será um problema dentro do elenco, pois o objetivo é acertar as coisas.

— Estou ansioso para conversar de homem para homem e para jogar com um jogador desse nível. Ele é muito esperto e já se mostrou um bom líder.

‘Briga’ de Draymond Green e Chris Paul

— Eu e o Chris (Paul) tivemos nossas diferenças ao longo dos meus 11 anos na liga. Ele é do jeito que ele é, e eu sou do jeito que eu sou. E nós não vamos mudar. É muito importante que as pessoas entendam que os sentimentos que temos um pelo outro não vão simplesmente ir embora — afirmou Draymond Green sobre seu novo companheiro, no Pat Bev Podcast. — O que eu sempre respeitei sobre o Chris é sua persistência e a vontade de vencer. E agora eu tenho a oportunidade de estar ao lado disso.

Chris Paul, do Golden State Warriors. Foto: Reprodução/Twitter @warriors
Chris Paul vai para seu sexto time na NBA, o Golden State Warriors. (Foto: Reprodução/Twitter @warriors)

Quando Green entrou na NBA, Chris Paul já era um All-Star, jogando sua oitava temporada na liga. Desde então, os dois sempre foram rivais na Conferência Oeste e se enfrentaram inúmeras vezes, o que impulsionou a rivalidade.

— É um inferno jogar contra ele. É por isso que odiávamos. Ele vai fazer tudo o que puder para te vencer. E todos nós o odiávamos — comentou Green.

O astro dos Warriors aproveitou a participação no podcast de Patrick Beverley, do Chicago Bulls, para acalmar os ânimos de quem está preocupado com um possível problema interno na organização para a temporada 2023-24.

— Eu nunca tive a chance de desenvolver uma relação com ele. Podemos conversar, de homem para homem — sintetizou.