NBA: Bucks chegam a 50 vitórias e Giannis alcança marca histórica

André Avelar | 15/03/2023 - 01:23

Milwaukee Bucks e Phoenix Suns não tiveram um dia sequer de descanso. Depois de partidas complicadas na noite anterior, as equipes voltaram à quadra na última terça-feira (14), no Footprint Center, no Arizona, e nem por isso deixaram de entregar uma grande partida de basquete, pela reta final da temporada regular da NBA. Giannis Antetokounmpo alcançou uma marca histórica e liderou a vitória dos Bucks por 116 a 104.

Os Bucks seguiram na estrada após a empolgante vitória sobre o Sacramento Kings, com direito à briga no final da partida envolvendo o pivô Brook Lopez, e agora somam 50 vitórias e 19 derrotas, na liderança da Conferência Leste. Do lado Oeste, na quarta colocação, os Suns, que ainda amargavam a derrota para o Golden State Warriors, ficaram com 37 resultados positivos e 32 negativos até agora.

Além do cansaço das equipes, das lesões (Khris Middleton e Kevin Durant, um de cada lado, não puderam atuar), nenhum dos dois técnicos parecia lá muito interessado em entregar as suas armas para aquela que pode até ser uma decisão de NBA Finals — no primeiro confronto da temporada, os Bucks venceram por apenas três pontos de diferença. Chris Paul e Devin Booker tampouco empolgaram nos momentos mais decisivos.

Duelo entre Giannis e Ayton

Ainda antes da partida entrar em seus altos e baixos para valer, Giannis alcançou mais uma marca histórica em sua carreira. No início do segundo tempo, o grego cobrou um lance livre e alcançou os 16.000 pontos na carreira, em nove temporadas no melhor basquete do mundo.

O contexto da segunda partida entre as equipes na temporada então levou Mike Budenholzer e Monty Williams a exigir dos seus jogadores, sim, mas com uma certa tolerância nas corridas de um de outro na liderança. Ao final primeiro tempo, com nove pontos de vantagem para os visitantes, só Deandre Ayton tinha errado quatro arremessos do garrafão. Em compensação, na defesa, o pivô fazia bom papel na marcação de Giannis apesar das três faltas nos primeiros 24 minutos.

O segundo tempo seguiu a tônica da montanha-russa no placar. Ao todo, foram seis trocas de liderança, alguma reação nas bolas de três pontos de Cameron Payne, mas os Suns estavam entregues nos momentos finais. Giannis passou a tomar conta do garrafão dos dois lados da quadro, mesmo quando Ayton recebeu ajuda do esforçado Jock Landale.

Devin Booker, de quem muito se espera, chegou a anotar as suas cestas, provocou o ex-companheiro e amigo Jae Crowder, fez 30 pontos, mas deixou a desejar, principalmente, no último período. Chris Paul, outro que sempre tem recursos na organização do ataque, esteve abaixo do esperado.

LEIA MAIS:

+ LeBron James treina, mas faz mistério sobre volta aos Lakers

++ Ja Morant inicia reabilitação e futuro segue incerto

Terminado o back-to-back, Bucks e Suns voltam a jogar só na quinta-feira, diante de seus torcedores. O primeiro pega o Indiana Pacers, enquanto o outro encara o Orlando Magic.

Confira os resultados desta terça-feira na NBA:

Cleveland Cavaliers 120 x 104 Charlotte Hornets 

Detroit Pistons 97 x 117 Washington Wizards 

Denver Nuggets 110 x 125 Toronto Raptors 

Orlando Magic 114 x 132 San Antonio Spurs 

Los Angeles Lakers 123 x 108 New Orleans Pelicans 

Brooklyn Nets 107 x 121 Oklahoma City Thunder 

Milwaukee Bucks 116 x 104 Phoenix Suns 

New York Knicks 123 x 107 Portland Trail Blazers