MLS: ex-Flamengo e ex-Santos são citados em escândalo de apostas

Igor Ribeiro | 10/05/2023 - 17:03

A Operação Penalidade Máxima II, que investiga jogadores com suspeitas de manipulações que envolvem apostas esportivas do futebol, chegou à MLS. 

De acordo com o jornal O Globo, o ex-jogador do Flamengo, Max Alves (Colorado Rapids), e o ex-jogador do Santos, Zeca (Houston Dynamo), aparecem em conversas com supostos chefes da organização. A investigação está sendo feita pelo Ministério Público de Goiás.

VEJA TAMBÉM

+ US Open Cup: brasileiro brilha, faz gol nos acréscimos e ajuda a classificar o LAFC

++ NFL não perdoa jogadores apostadores e pune atletas gravemente

Com passagens por Flamengo e Cuiabá, Max estaria ligado com uma operação na derrota do Colorado Rapids para o LA Galaxy, por 4 a 1. A suposta conversa entre o jogador e Bruno Lopez, suspeito de participar da organização, envolveria um pagamento de R$ 45 mil por um cartão amarelo na partida.  

O confronto aconteceu em setembro de 2022, com Lopez recebendo um cartão amarelo no primeiro minuto em campo. O acordo teria sido celebrado por membros da quadrilha, que reforçaram a rapidez com que Max Alves havia sido advertido. Posteriormente, o jogador aparece em uma lista de atletas pagos no valor negociado, com entrada de R$ 35 mil e outros R$ 25 mil depois da partida.  

Suposta conversa entre a quadrilha sobre Max Alves. Foto: Reprodução/O Globo
Suposta conversa entre a quadrilha sobre Max Alves. Foto: Reprodução/O Globo

Max Alves teria indicado Zeca, também na MLS 

Ainda segundo o jornal, Max Alves teria cumprido com o acordo e, em seguida, indicado Zeca, ex-Santos, Internacional e Bahia, na época em que atuava pelo Houston Dynamo. O jogador voltou ao Brasil e, hoje, é capitão no Vitória. 

A explicação teria sido feita também por Bruno Lopez, que chegou a entrar em suposto contato, mas recebeu um retorno do lateral de que não entraria em campo para a disputa. Ele ainda buscou uma sugestão para que o jogador indicasse outro atleta por um acordo. 

Suposta conversa entre Zeca e Bruno Lopez. Foto: Reprodução/O Globo
Suposta conversa entre Zeca e Bruno Lopez. Foto: Reprodução/O Globo

Max Alves aparece em lista de supostos pagamentos feitos pela quadrilha — com valores entre 50 e 80 mil.  

Afastado

Após tomar conhecimento sobre o envolvimento de Max Alves em esquema ilegal de apostas, o Colorado Rapids decidiu afastar o jogador de suas funções no time.

— Nós levamos questões dessa natureza a sério e buscamos sempre proteger a integridade do jogo. O jogador foi removido de todas as atividades da equipe enquanto a MLS conduz uma investigação sobre o assunto—, diz o comunicado oficial, divulgado na noite de quarta-feira (10).