MLS: ‘Impossível jogar assim’, detona astro italiano em entrevista chocante

Pedro Rubens Santos | 23/05/2023 - 07:30

Após a derrota do Toronto por 1 a 0 para o Austin, na noite do último sábado (20), o clima na equipe canadense foi pelo ralo de vez. Em uma rara entrevista, cheia de sinceridade, o astro da equipe e da seleção italiana Federico Bernardeschi desabafou sobre o trabalho do técnico Bob Bradley.

O meio-campista deixou a partida revoltado e detonou o momento do time, que venceu apenas um dos últimos 11 jogos e está na 26ª posição da MLS nesta temporada — o campeonato conta com 29 equipes.

— Sinceramente, este time, esta cidade, ninguém merece isso, e acho que precisamos mudar alguma coisa — criticou o italiano. — Precisamos ter um pouco mais de tática. Precisamos de uma ideia de como jogar, este é o problema real para mim. É impossível jogar assim quando jogamos sem uma ideia.

LEIA MAIS

+ MLS: goleiros falham, Cincinnati segue líder, e LA Galaxy tem campanha pífia

++ Brasileiro surpreende com maior salário e supera Douglas Costa na MLS

+++ MLS anuncia novo time em San Diego que vai seguir modelo de Barça e Ajax

O desabafo do experiente jogador de 29 anos, que passou por Fiorentina e Juventus no futebol de seu país, reflete a tensão e a frustração de uma equipe que foi montada para brilhar, mas é incapaz de apresentar um futebol convincente.

Revolta por má fase do Toronto na MLS

Em 14 jogos da liga nacional, o Toronto FC conquistou apenas duas vitórias, com sete empates e cinco derrotas. Mas a irritação vem desde a temporada passada, em que a equipe também foi muito mal e terminou na penúltima colocação.

Apesar do fraco desempenho em 2022, o técnico Bradley foi mantido para este ano, e os resultados não melhoraram. Ao contrário, a franquia canadense largou mal e já ocupa as últimas posições da tabela.

— Nós perdemos todos os jogos. Empatamos, perdemos, empatamos, perdemos. Às vezes ganhamos. Mas eu não acredito nisso, sinceramente — detonou Bernardeschi.

Lorenzo Insgine, Toronto FC, MLS. Foto: Reprodução/Twitter/@TorontoFC
Insgine é outra estrela do Toronto FC. (Foto: Reprodução/Twitter/@TorontoFC)

O revoltado meio-campista não é o único astro italiano da equipe, que conta também com Lorenzo Insigne no elenco, dono do maior salário na MLS: US$ 7,5 milhões anuais (R$ 37,2 milhões na cotação atual).

A dupla trocou o Campeonato Italiano pela liga norte-americana no meio de 2022 e chegou para transformar Toronto em um dos candidatos ao título. No entanto, desde a chegada dos craques, a equipe vem acumulando resultados negativos e sequências sem vitória.

Depois de um novo tropeço, fora de casa, contra o Austin FC, Bernardeschi perdeu de vez a paciência e exigiu mudanças no clube.

— Isso não é bom para os jogadores jovens. Eles precisam melhorar, não é? E crescer com uma ideia de futebol. E os jogadores com personalidade precisam nos ajudar a entender e seguir a ideia de futebol. Mas precisamos da ideia. Essa é a real situação.