MLS anuncia novo time em San Diego que vai seguir modelo de Barça e Ajax

Pedro Rubens Santos | 19/05/2023 - 22:13

A MLS terá um novo time a partir de 2025. Foi anunciada, na última quinta-feira (18), a criação de uma franquia na cidade de San Diego. Essa será a 30ª equipe da liga de futebol dos Estados Unidos.

Ainda sem nome, uniformes ou cores definidos, o novo time conta com Tom Penn, ex-presidente do atual campeão Los Angeles FC, como CEO. Ele aproveitou o evento de lançamento da iniciativa para provocar sua ex-equipe.

— Queremos construir algo especial para ir atrás de Los Angeles. E eu estou falando dos dois (times) — disse, em referência ao LAFC e ao LA Galaxy, ambos futuros rivais californianos de sua franquia.

VEJA TAMBÉM

+ MLS: brasileiro surpreende com maior salário e supera Douglas Costa

+ New York City FC revela projeto de estádio bilionário

Na cerimônia desta quinta, realizada no Snapdragon Stadium, futura casa do time, o CEO Penn deixou claro que o objetivo do grupo será montar um elenco competitivo com base nos jovens talentos.

Segundo ele, o novo time de San Diego seguirá a premissa de investir na identificação e desenvolvimento de talentos regionais.

— Os maiores clubes de futebol do mundo, do Barcelona ao Ajax, são construídos no simples princípio e filosofia de dar oportunidade aos jovens — afirmou Penn. — É isso que o nosso clube fará aqui.

San Diego, o novo time da MLS

A nova franquia estreará na temporada de 2025, um ano antes da realização da Copa do Mundo da Fifa, marcada para a América do Norte.

O grupo de investidores que proporcionou a fundação de uma equipe na cidade é liderado pelo empresário bilionário egípcio Mohamed Mansour e conta com o jogador do San Diego Padres Manny Machado, seis vezes All-Star da MLB.

Além da dupla, quem também participa do financiamento do time é a Sycuan Band of the Kumeyaay Nation, uma tribo indígena da região.

— Com parceiros como esses, a experiência e paixão pelo futebol e a paixão pela cidade de San Diego, nada será capaz de parar o sucesso deste clube — declarou Cody Martinez, presidente da tribo.

A expectativa é seguir o sucesso do LAFC, que jogou sua primeira temporada na MLS em 2018 e já conquistou um título, no ano passado. Para isso, a nova franquia tem como CEO Tom Penn, conhecido por ter ajudado a lançar o segundo time de Los Angeles. Ele atuou como presidente da equipe até 2020.

Nos próximos meses, o recém-criado clube deverá anunciar uma série de informações básicas para sua construção: nome, cores, uniformes, treinador, jogadores, local de treino e muito mais.

Hoje, a MLS conta com 29 equipes. A entrada de San Diego colocará a MLS ainda mais próxima das outras principais ligas dos Estados Unidos — NBA, NFL, MLB e NHL —, que contam todas com 30 ou 32 franquias.