Choo Sung-hoon x Park Hyung-geun: confira detalhes do duelo na série “A batalha dos 100” da Netflix

Jamis Gomes Jr. | 19/02/2023 - 21:25

Conforme citado no texto detalhado do duelo entre Choi Hyun-mi x Shin Bo Mi-rae, a série na Netflix “A batalha dos 100” teve outra luta que valia muito o registro.

Portanto, dentro dessa variedade de profissionais dos esportes em combates, confira detalhes e o vencedor do desafio entre Choo Sung-hoon x Park Hyung-geun.

Lutas com profissionais de MMA e boxe acontecem na série “A batalha dos 100” da Netflix

Ao todo são 18 lutadores de MMA, boxe, wrestling, Ssireum, taekwondo, judô e jiu-jitsu. Enquanto nos últimos textos os spoilers eram proibidos, aqui a história é contada detalhe por detalhe. Em todo caso, é preciso acompanhar a série no streaming da Netflix para ficar por dentro de tudo desta primeira temporada, pois tem bastantes momentos interessantes.

Como dito em textos passados, são nove episódios nesta primeira temporada. Oito já estão disponíveis, com o último programado para o dia 21 de fevereiro. A saber, especialmente para quem for assistir “A batalha dos 100” sem grandes expectativas, as provas de força e resistência podem tirar seu fôlego.

Enquanto isso, relembre de alguns lutadores profissionais e na sequência o grande duelo entre Choo Sung-hoon x Park Hyung-geun.

Yoo Sang-hoon

O lutador de MMA coreano de 33 anos conhecido como The Korean Assassin, realizou sua última luta em 2021 na vitória por nocaute contra Jae Young Kim. Yoo Sang-hoon luta pela AFC, somando sete vitórias e duas derrotas.

Joo Dong-jo

Joo é outro do MMA. Lutador da AFC, segue invicto em todas as suas quatro vitórias, sendo a última realizada em outubro de 2022 por decisão unânime contra Thang Tung Vo.

Kim Sang-wook

Sang-wook também faz parte da AFC e vem de vitória por nocaute contra Van The Ahn Le, luta realizada em outubro do ano passado. Ao todo, Kim registra sete vitórias e duas derrotas na carreira.

Shin Dong-guk

Aqui entra um baita multi-uso. Brincadeiras a parte, o cara é realmente mil e uma funções. Igual aquela famosa palha de aço, lembra? Dong-guk é bombeiro, ex-forças especiais RoK e lutador de MMA. Isso tudo aos 41 anos. Acredita?

Para o sim ou pelo não, Shin atua pelo RFC. Mantém um cartel de três vitórias e cinco derrotas. Sua última luta terminou em derrota por nocaute em julho de 2022 contra Nandin-Erdene Munguntsooj.

Lee Dae-won

Aqui o cara já “vem de onda”, como diz o outro. Aos 32 anos, além de lutador de MMA, Lee é um cantor. De fato, não é todo dia que se vê essa junção.

Enfim, Dae-won venceu sua última batalha, não “a dos 100”, do MMA profissional mesmo. A luta aconteceu em dezembro de 2021. Vitória por decisão unânime contra Seok Hyun Lee. A título de informação, o cantor/lutador segue invicto com quatro lutas conquistadas desde sua estreia no MMA.

Lee Ye-ji

Por fim, xará do Dae-won, Lee Ye-ji também luta MMA. Aos 23 anos, Ye-ji soma quatro vitórias e seis derrotas. Luta pela promotora Shooto e venceu seu último duelo ocorrido em novembro de 2019 quando nocauteou Takumi Umehara.

Atletas em outras modalidades de combate

Mesmo sendo menos conhecidos, não podia deixar de mencionar aqui por curiosidade os nomes desses participantes que, por assim dizer, também praticam alguma espécie de luta.

  • Park Min-ji: lutadora Ssireum (espécie de wrestling coreano)
  • Jeong Bo-kyeong: judoca da seleção nacional
  • Nam Kyung-jin: wrestler da seleção nacional
  • Son Hee-dong: wrestler
  • Son Hee-chan: lutador Ssireum (espécie de wrestling coreano)
  • Jang Eun-sil: wrestler da seleção nacional
  • Kim Byeong-jin: atleta de taekwondo da seleção nacional
  • Chae Wan-ki: atleta de jiu-jitsu

Choo Sung-hoon x Park Hyung-geun

Conhecido como Choo Sung-hoon, Yoshihiro Akiyama luta MMA profissional e é judoca coreano-japonês. Aos 47 anos, já ganhou uma medalha de ouro (Campeonato Asiático 2001) pela Coreia do Sul e outra com o Japão (Jogos Asiáticos 2002). Choo segue em atividade no MMA profissional, mantendo um cartel de 16 vitórias, sete derrotas e duas lutas sem resultado.

Sem dúvidas, Yoshihiro Akiyama é o mais famoso da série inteira. O veterano ganhou muito prestígio em âmbito nacional ao acumular suas conquistas e colecionar passagens pelo ONE e UFC (duas das maiores promotoras de MMA). A saber, sua última luta profissional aconteceu em março de 2022, quando venceu via nocaute o oponente Shinya Aoki em duelo pela organização ONE.

Pelo outro lado, de forma mais discreta, Park Hyung-geun se apresenta como bombeiro e lutador de MMA peso pena no Road Fighting Championship (RFC). Hyung-geun tem 36 anos e soma cinco vitórias, quatro derrotas, além de dois empates. Venceu a última luta por decisão unânime contra Mike Galitello. Cabe dizer, que esta luta aconteceu em 2019. De fato, um tempo considerável sem colocar os pés num octógono.

Considerável também foi a audácia de Park Hyung-geun em pedir desafio contra Choo Sung-hoon. O problema é que a lenda aceitou e com um incrível respeito, algo meio que típico dos orientais. Por fim, fica o registro de que esta luta acontece no terceiro e termina no quarto episódio.

Os números não mentem: resultado de Choo Sung-hoon x Park Hyung-geun

A saber, o objetivo era o mesmo da luta entre Choi Hyun-mi x Shin Bo Mi-rae, alguém ficar com a bola no estourar do cronômetro. Porém, estava óbvio que haveria uma luta corporal antes.

O desafio aconteceu na arena A. Esta tinha o solo coberto por grama, uns obstáculos como: uma ponte acentuada e uma daquelas escadas de corda militar que dão acesso a uma plataforma um pouco mais acima do solo. Na largada, ambos saíram tranquilos. “Primeiro a luta, depois veremos quem fica com a bola”… esta foi a mensagem passada pela dupla apenas na postura.

Sério, esta luta é uma das melhores da temporada. Os dois entraram andando normalmente, Hyung-geun pega a bola e se curva diante de Sung-hoon, pedindo uma luta de MMA, com socos e tudo. Choo Sung-hoon aceitou, ambos se cumprimentaram e o duelo começou de verdade. Por não se conhecerem, foi uma luta muito em guarda alta no início. Golpes e investidas rápidas, mas com defesas sempre bem armadas.

Detalhe para Choo Sung-hoon e seu momento de caráter diferenciado… Park havia tropeçado em um dos obstáculos, mas Choo esperou o oponente recuperar sua base para prosseguir. Imediatamente, Hyung-geun se curvou em agradecimento.

De volta a luta, o duelo ficou mais físico com Park Hyung-geun tentando a queda, mas Choo Sung-hoon permaneceu intacto, como a árvore japonesa centenária Glicínia, também conhecida como Fuji ou Wisteria-japonesa.

Choo Sung-hoon é tão grande que uma simples tirada de camisa já arrancou gritos dos “plebeus” presentes na arena. Enfim, Park conseguiu aplicar uma queda com o pé direito faltando 30 segundos. Choo se recuperou, em nenhum momento sendo dominado, e ambos voltaram ao combate em pé.

Por fim, restando 20 segundos, o veterano jogou Hyung-geun contra a escada de cordas militares, mas por pouco tempo. Quando faltavam 10 segundos, Choo Sung-hoon se posicionou atrás da bola, ambos ainda mediram força uma última vez como no sumô e Choo se jogou em cima da bola, protegendo-a até esgotar os cinco segundos finais.

Deu a lógica, venceu a experiência. Choo Sung-hoon e Park Hyung-geun se curvaram reciprocamente e assim foi decretada a vitória no MMA e passagem de Choo Sung-hoon para a fase seguinte.

 

+ confira também: A batalha dos 100 na Netflix é bom?

+ confira também: Conheça os lutadores de MMA e outras modalidades da série na Netflix “A batalha dos 100”

+ confira também: Choi Hyun-mi x Shin Bo Mi-rae: confira detalhes do duelo na série “A batalha dos 100” da Netflix

 

Foto destaque: Reprodução/Quinto Quarto BR

Escrito por Jamis Gomes Jr.
Sou dicente em licenciatura de Literatura Inglesa no momento. Ao fim da discência, curso superior de jornalismo, aqui vou eu! Amante de esportes - especialmente futebol - e o que eles podem proporcionar. Prazer, sou Jamis Gomes Jr. e estarei aqui no Quinto Quarto BR com vocês nas notícias das nossas queridas NBA, MLS, NFL, NHL, MLB e MMA.