UFC 288: Sterling frustra volta de Cejudo e mantém cinturão

André Avelar | 07/05/2023 - 02:14

O melhor do UFC 288 ficou mesmo para a última luta. No main event da madrugada deste domingo (7), no Prudential Center, em Nova Jersey, Aljamain Sterling frustrou a volta de Henry Cejudo, venceu por decisão dividida e ficou com o cinturão dos pesos-galo (até 61,2 kg).

A missão de Cejudo estava longe de ser da mais fáceis. O Triplo C (campeão olímpico e duas vezes campeão no UFC) estava há três anos aposentado e decidiu voltar para reconquistar a coroa. Do outro lado, o jamaicano estava em ótima forma, na terceira defesa do cinturão da categoria (venceu Petr Yan e TJ Dillashaw antes).

LEIA MAIS:

+ ‘Durinho’ perde e se distancia do cinturão dos meio-médios

++ Jéssica ‘Bate-Estaca’ perde por nocaute no 1º round para chinesa

+++ UFC presta homenagem a lutador brasileiro morto aos 29 anos

No primeiro round, Cejudo mostrou que, como autêntico wrestler, campeão nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, agarrou o adversário pela cintura e o derrubou com extrema facilidade. Com a luta novamente em pé, a coisa ficou mudou um pouco de figura. Cinco minutos depois, Sterling conseguiu aplicar bons golpes e, pelo menos, reequilibrar as coisas.

O terceiro round, round em que Cejudo disse que venceria a luta, foi o primeiro que o jamaicano teve maior vantagem de golpes e golpes significativos. Contra a grade do octógono, o campeão conseguiu bons golpes contra o adversário e pareceu se aproximar da vitória. A coisa só não foi melhor por que o americano soube se defender das quedas e, a 20 segundos do fim, ainda colocar as costas do rival no chão.

Com o passar do tempo, os lutadores foram, claro, ficando cansados e temerários nos ataques. Foi quando a luta foi para a grade mais uma vez e, apesar da medalha olímpica de Cejudo, Sterling foi mais técnico.

Os minutos finais foram de um MMA de mais alto nível. Cejudo surpreendeu e mostrou um boxe afiado, que castigou Sterling. O caminho era inevitavelmente a finalização ou o nocaute. O jamaicano soube se defender de duas quedas, mas na terceira investida levou a pior. Faltou pouco para o desafiante levar a melhor.

Sterling não gostou da decisão dividida e, no momento do anúncio oficial, mostrava o seu rosto, em tese menos desfigurado que o do rival. Pior ainda, foi a discussão com o provável próximo desafiante Sean O'Malley. ‘Sugar' entrou no octógono o provocou o vencedor, já prevendo um confronto para setembro.

Confira todos os resultados do UFC 288

Card principal

Aljamain Sterling x Henry Cejudo – vitória por decisão dividida
Belal Muhammad x Gilbert Burns – vitória por decisão unânime
Jessica Andrade x Yan Xiaonan – vitória por nocaute técnico
Movsar Evloev x Diego Lopes – vitória por decisão unânime
Kron Gracie x Charles Jourdain – vitória por decisão unânime

Card preliminar

Drew Dober x Matt Frevola – vitória por nocaute técnico
Kennedy Nzechukwu x Devin Clark – vitória por submissão
Khaos Williams x Rolando Bedoya – vitória por decisão dividia
Mariana Rodriguez x Virna Jandiroba – vitória por decisão unânime
Braxton Smith x Parker Porter – vitória por nocaute técnico
Phil Hawes x Ikram Aliskerov – vitória por nocaute
Joseph Holmes x Claudio Ribeiro – vitória por nocaute técnico