UFC presta homenagem a lutador brasileiro morto aos 29 anos

André Avelar | 06/05/2023 - 23:17

O UFC 288, disptuado neste sábado (6), em Nova Jersey, nos Estados Unidos, não teve o mesmo clima dos últimos eventos da organização. Antes do início do card principal, a empresa de Dana White lamentou a morte de Felipe Cabocão.

O lutador, de 29 anos, com histórico no próprio UFC e também no Ares FC, morreu em 1º de maio, após ser atropelado por um ônibus, em Guaratiba, no Rio de Janeiro. Cabocão voltava de um treino quando aconteceu o acidente.

O UFC dedicou o evento de número 288 à memória do lutador peso-pena (até 65,7 kg).

Cabocão deixou a esposa Jacqueline Amaral e um filho de seis meses. Jacqueline agradeceu o apoio da comunidade do MMA e relatou os momentos difíceis que tem vivido.

— Vocês não imaginam o poder que as palavras e a energia de cada um de vocês tem me ajudado a ficar de pé esses dias. Não está fácil aqui. Isso só comprova o quanto Felipe era do bem e quão bom, incrível e de luz é o seu legado.

Felipe Cabocão no MMA

Natural de Macapá, no Amapá, Cabocão se destacou em eventos nacionais como Max Fight e Jungle Fight — organização em que foi campeão. Ele chegou ao UFC em 2019 e, pela organização, fez seis lutas com duas vitórias e quatro derrotas.

Após saída do UFC, Felipe atuou no Ares FC 12, em fevereiro deste ano, e venceu Alloune Nahaya por um mata-leão no primeiro round. Ele somou 11 resultados positivos e quatro negativos em sua carreira.

Confira todos os resultados do UFC 288

Card principal

Aljamain Sterling x Henry Cejudo – vitória por decisão dividida
Belal Muhammad x Gilbert Burns – vitória por decisão unânime
Jessica Andrade x Yan Xiaonan – vitória por nocaute técnico
Movsar Evloev x Diego Lopes – vitória por decisão unânime
Kron Gracie x Charles Jourdain – vitória por decisão unânime

Card preliminar

Drew Dober x Matt Frevola – vitória por nocaute técnico
Kennedy Nzechukwu x Devin Clark – vitória por submissão
Khaos Williams x Rolando Bedoya – vitória por decisão dividia
Mariana Rodriguez x Virna Jandiroba – vitória por decisão unânime
Braxton Smith x Parker Porter – vitória por nocaute técnico
Phil Hawes x Ikram Aliskerov – vitória por nocaute
Joseph Holmes x Claudio Ribeiro – vitória por nocaute técnico