MMA: Francis Ngannou ousa, deixa modéstia de lado e rebate críticos

Igor Ribeiro | 17/05/2023 - 16:00

Francis Ngannou está com moral. O franco-camaronês, que não luta desde janeiro de 2022, assinou contrato com a PFL para o seguimento de sua carreira, em contrato que inclui cláusula de liberação para lutas no boxe.  

Em participação no podcast The MMA Hour, do MMA Fighting, Ngannou tratou de mandar uma mensagem aos críticos e sugeriu que eles enxuguem as lágrimas por seu sucesso na negociação com a nova organização.  

VEJA TAMBÉM 

+ MMA: Francis Ngannou define futuro e será ‘presidente’ em rival do UFC 

++ Novo contratado da PFL, Francis Ngannou foi assustador no UFC; relembre 

— Algumas pessoas, talvez, estão esperando você perder. Mas, o que eu posso dizer? Peço desculpas por tudo. Eu apenas tenho um lenço para que eles enxuguem as lágrimas, pois estou ganhando — 

Ngannou e o contrato com a PFL 

Insatisfeito com o pagamento recebido pelo UFC, Francis reivindicou grandes valores. Ele também buscou o melhor contrato, que o possibilitasse lutar boxe e tivesse direitos importantes, ligados a outros lutadores. Tanto que o franco-camaronês será o presidente da PFL na África — de olho em novos talentos e eventos da organização nos países do continente. 

O contrato reserva direito à liga apenas para lutas no MMA, com o atleta estando disponível pela aguardada estreia no boxe em outra franquia. Ele vai atuar na modalidade e deve retornar às artes marciais em meados de 2024.  

Escrito por Igor Ribeiro
Igor Ribeiro é especialista em lutas e MMA e começou a carreira na área como redator e repórter do site Super Lutas, até se tornar coordenador. Foi reporter do Quinto Quarto até julho de 2023.