MMA: Francis Ngannou define futuro e será ‘presidente’ em rival do UFC

Igor Ribeiro | 16/05/2023 - 11:00

Francis Ngannou definiu seu futuro no esporte. Após deixar o UFC em janeiro deste ano, o franco-camaronês vai seguir a carreira na PFL. A informação foi confirmada pelo ex-campeão peso-pesado (até 120,2 kg) durante entrevista ao The New York Times.  

Com o novo contrato, Ngannou será liberado para fazer sua estreia no boxe — que sempre foi sua prioridade — neste ano. Ele deve ter o retorno ao MMA apenas em 2024, ainda sem adversário definido. Em entrevista ao veículo, o lutador revela o que o fez assinar com a organização. 

VEJA TAMBÉM 

+ Os melhores filmes de MMA da história; veja lista

++ UFC: Volkanovski ignora Yair e volta a pedir revanche contra Makhachev

— Digamos que, de maneira geral, meu acordo com a PFL é maior do que qualquer outro oferecido. Os meses mais recentes foram interessantes para analisar todos os cenários e estou empolgado com o acordo. Eles mostraram o que eu estava querendo. Não apareceram como uma organização que estava procurando por um lutador, mas como uma parceria. Eles enxergaram mais valor em minha pessoa —  

Ngannou presidente 

Outra bomba também foi anunciada por Francis. Na negociação, o peso-pesado também recebeu o cargo de presidente da PFL África para promover grandes cards no continente, com o intuito de descobrir lutadores com potencial e, assim, ajudar na popularização do MMA.  

Maior nome da empresa, Ngannou deve estar incluso apenas em grandes lutas, mas não tem a confirmação de que estará na temporada pelo torneio da categoria, em busca do prêmio de US$ 1 milhão.  

Apontado como um dos lutadores mais temidos da atualidade por seu poder de nocaute, Francis derrotou adversários expressivos no UFC, como Alistair Overeem, Júnior Cigano, Stipe Miocic e Ciryl Gane. 

Forte e potente, o franco-camaronês soma um retrospecto de 17 triunfos e três reveses em sua trajetória no MMA profissional. Ele ainda não fez sua estreia no boxe.