Justin Gaethje e Conor McGregor trocam provocações fortes nas redes sociais

Matheus Costa | 31/07/2023 - 21:14

A épica vitória de Justin Gaethje na luta principal do UFC 291 já gerou efeitos no mundo do MMA. Inclusive, despertou o interesse de gente importante.

Depois de nocautear Dustin Poirier na luta principal e conquistar o cinturão temático BMF, Gaethje repercutiu nas redes sociais e foi provocado por Conor McGregor, que afirmou que adoraria dar uns tapas na cara do norte-americano. O suposto desafio do irlandês, que negocia para enfrentar Michael Chandler até o fim do ano, foi prontamente recusado.

Durante a coletiva de imprensa realizada após o evento, Justin Gaethje desabafou sobre os comentários de McGregor nas redes sociais e não demonstrou grande interesse em enfrentar o ex-campeão da categoria dos penas e dos leves, revelando que Conor o recusou em seis oportunidades para um possível confronto entre ambos.

– Eu acho que ele me recusou seis vezes. Normalmente, você tem que perder para enfrentá-lo. Então não sei o que está acontecendo. Eu luto no MMA. Eu gosto de lutar grandes combates. Eu gosto de coisas animadoras. Coisas que soam como animadoras para mim -, afirmou.

Acusação grave contra McGregor

Aproveitando para esquentar o clima entre os dois, Justin Gaethje deixou claro que não tem interesse em enfrentar um lutador que usa esteroides, levantando a hipótese de uma possível violação por parte de McGregor.

– Eu não vou lutar com alguém que usa esteroides. Eu nunca usei esteroides na minha vida e nunca vou. Talvez quando eu me aposentar eu possa usar. Mas eu nunca tomei esteroides na minha vida e eu não quero enfrentar alguém que esteja trapaceando. Eu provavelmente não deveria dizer isso se eu quero a luta, mas é a verdade -, disparou.

VEJA TAMBÉM:

+ Boxe: KSI enfrenta algoz de Jake Paul em luta polêmica

++ “Tenho contas a acertar”: o recado de Poatan para rival após vitória no UFC 291

Escrito por Matheus Costa
Matheus Costa é jornalista, repórter e redator com passagens por MMA Brasil, LANCE!, O Dia, Yahoo! e outros. Sua carreira no jornalismo iniciou na cobertura do MMA, depois se expandindo para a cobertura do futebol e dos bastidores de televisão esportiva brasileira. Já cobriu in loco eventos de MMA, futebol, basquete e jiu-jítsu.