Luto no MMA: ex-UFC, Felipe Cabocão morre aos 29 anos

Igor Ribeiro | 01/05/2023 - 16:26

O mundo do MMA está de luto. Felipe Cabocão, ex-lutador do UFC e Ares FC, faleceu na manhã desta segunda-feira (1º/05).

Aos 29 anos, Felipe Colares, o Cabocão, voltava de um treino quando foi atropelado por um ônibus. O acidente aconteceu em Guaratiba, no Rio de Janeiro. A informação foi divulgada pelo Combate.com.

VEJA TAMBÉM

+ UFC: Paulo Borrachinha zomba grave lesão de ex-rival no boxe sem luvas

++ MMA: algoz de Poatan no kickboxing anuncia transição às artes marciais

Felipe Colares deixa sua esposa, Jacqueline, e um filho de seis meses. Em suas redes sociais, o brasileiro publicava seu dia-a-dia ao lado de sua família, bem como a rotina de seus treinos.

Em janeiro deste ano, Cabocão apareceu nos jornais por outro motivo. O peso-pena (até 65,7 kg) havia imobilizado um homem que foi acusado de assaltar uma mulher no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro. Ele perseguiu o homem — que estava desarmado — e usou as técnicas no jiu-jitsu para imobilizá-lo até a chegada da polícia.

Felipe Cabocão no MMA

Natural de Macapá, no Amapá, Cabocão se destacou em eventos nacionais como Max Fight e Jungle Fight — organização em que foi campeão. Ele chegou ao UFC em 2019 e, pela organização, fez seis lutas com duas vitórias e quatro derrotas.

Após saída do UFC, Felipe atuou no Ares FC 12, em fevereiro deste ano, e venceu Alloune Nahaya por um mata-leão no primeiro round. Ele somou 11 resultados positivos e quatro negativos em sua carreira.