‘Ele não queria’: Dana White dispara sobre Jon Jones x Francis Ngannou no UFC

Igor Ribeiro | 14/03/2023 - 11:55

Presidente do UFC, Dana White voltou a falar sobre a possibilidade de promover Jon Jones e Francis Ngannou pelo cinturão linear dos pesos-pesados (até 120,2 kg). Em entrevista ao TMZ Sports, o mandatário revela ter tentado fazer o embate acontecer durante dois anos, mas se diz frustrado por negativas do franco-camaronês. 

— Não estou interessado agora, pois tentei fazer por dois anos. Ele (Francis Ngannou) não queria a luta. Sabe o que eu quero dizer? Ele saiu daqui sem fechar um acordo. Sei como é o mundo do boxe é louco, mas Francis não quis fazer isso. Tentei isso por dois anos –, disparou.

Leia Mais: 

+ UFC: Volkanovski negocia nova luta pelo cinturão para ‘Semana da Luta’

++ ‘Nunca iremos nos enfrentar’: por que amizade de lutadores irrita Dana White no UFC

Dana e Francis, inclusive, trocaram farpas no período em que o lutador esteve na organização. O ex-campeão reclamava publicamente sobre os valores recebidos e teria rejeitado a ‘oferta limite’ do UFC, que o colocaria como o peso-pesado mais bem pago da história.  

Dana White apostaria em Jon Jones 

Empolgado pela atuação de Jon Jones contra Ciryl Gane no UFC 285, Dana White também falou sobre o que poderia acontecer, caso ‘Bones’ enfrentasse Francis Ngannou. Para o presidente, o norte-americano teria o mesmo sucesso da luta e seria capaz de encerrar com tranquilidade.  

— Eu acho que é exatamente assim que a luta teria acontecido se (Ngannou) estivesse lá também. Ele e Ciryl travaram uma guerra de cinco rounds (no UFC 270 em janeiro de 2022). Se o Ciryl não partisse para aquela finalização, provavelmente o Ciryl vencia aquela luta no final do quinto round –, analisou.

Após três anos parado, Jon Jones voltou a lutar e finalizou Ciryl Gane no primeiro round e conquistou o cinturão dos pesos-pesados (até 120,2 kg). Posteriormente, o norte-americano ainda acusou o lutador de fugir de um confronto.