Covington detona brasileiros antes de luta pelo cinturão no UFC: ‘Animais imundos e com QIs baixos’

Igor Ribeiro | 13/04/2023 - 15:49

Colby Covington é conhecido por sua qualidade no octógono, mas também chama a atenção por seu exagero no trash talk – incluindo contra brasileiros. O norte-americano, que se prepara para nova chance de disputar o cinturão dos pesos-meio-médios (até 77 kg), voltou a detonar o país em comparação à Inglaterra.  

Em entrevista à Submission Radio, Covington rasgou elogiou para a receptividade da torcida inglesa, que teria o adotado mesmo sendo um potencial rival de Leon Edwards, atleta local, pelo título. Ele, então, insultou os fãs brasileiros, colocando-os como ‘animais imundos e QIs baixos’.  

— Eu amo muito Londres. É um povo incrível, que me abraça como um verdadeiro rei e campeão que sou. Mal posso esperar para voltar e fazer um bom show para os fãs de lá. É o que eles merecem por serem apaixonados e mais espertos do que os brasileiros – que são apenas animais imundos e com QIs baixos. Você pode dizer que o povo da Inglaterra tem um QI muito forte, com pessoas inteligentes. Eles entendem o negócio, quem eu sou e o que estou fazendo —, disparou.  

Covington x Brasil 

Essa é a segunda grande polêmica de Colby com o Brasil. Em 2017, após superar Demian Maia em São Paulo, o norte-americano chamou o país de ‘lixeira’, além de repetir a provocação e replicá-la aos torcedores na arena.

VEJA TAMBÉM

+ UFC surpreende e define próximo adversário de Deiveson Figueiredo

++ UFC: Alex Poatan bate o martelo e toma decisão sobre carreira no MMA

Posteriormente, já consagrado como um dos grandes falastrões da organização, Covington declarou que a provocação ao país salvou seu emprego e o fez virar ‘vilão’ para boa parte da comunidade de MMA.  

Com a repercussão, o ‘Caos’, como é conhecido, ganhou a antipatia dos brasileiros – incluindo outros lutadores. No mesmo ano da provocação, ele se envolveu em uma briga com o ex-campeão peso-pesado (até 120,2 kg) Fabrício Werdum, que atirou um bumerangue em sua direção durante encontro em hotel do UFC, na Austrália.  

Luta pelo cinturão 

Enquanto provoca o Brasil, Colby Covington também se prepara para ser o próximo desafiante ao cinturão dos meio-médios (até 77 kg). Apesar de ter apenas duas vitórias nas últimas quatro lutas, ele já teve a garantia de Dana White por nova chance de chegar ao topo. 

Caso a luta contra Leon Edwards seja confirmada, o norte-americano terá sua terceira oportunidade pelo ouro, tendo parado em Kamaru Usman nos outros encontros. Segundo do ranking, ele soma um histórico de 17 resultados positivos e três negativos em sua carreira no MMA.