Brasileira adota modéstia e dispensa luta com Amanda Nunes: “Ela me mataria”

Igor Ribeiro | 18/07/2023 - 08:30

No UFC Vegas 77, realizado no último sábado (15/07), a lutadora Mayra Sheetara conquistou uma vitória expressiva ao derrotar a ex-campeã Holly Holm, fortalecendo sua posição para disputar o cinturão dos pesos-galos (até 61,2 kg). Após o evento, em entrevista ao podcast The MMA Hour, a brasileira chamou a atenção ao adotar uma postura incomum no mundo do MMA: a modéstia.  

A atleta não economizou elogios à agora aposentada Amanda Nunes, considerada por muitos como a maior lutadora de todos os tempos (GOAT, Greatest of All Time). Mesmo ao ser questionada sobre a possibilidade de uma luta entre as duas, Mayra foi categórica em sua análise, afirmando que Amanda Nunes ainda é a melhor do mundo.  

— Ela me mataria. Amanda é a melhor do mundo. Com certeza. Ela é a melhor, é a GOAT —

VEJA TAMBÉM

Como Mayra Sheetara alcançou novo patamar no UFC ao superar Holly Holm

++ Ex-campeão do UFC avalia desafio de Francis Ngannou contra Tyson Fury

Mayra Sheetara evita Amanda Nunes, mas quer Julianna Peña 

A humildade demonstrada por Mayra Sheetara ao elogiar sua adversária deixa claro o respeito que ela tem pelas habilidades e conquistas de Amanda Nunes. A atleta brasileira, que se aposentou em junho deste ano, detém um histórico impressionante de vitórias e conquistas de cinturões em duas categorias de peso (pena e galo), deixando uma legião de fãs e um legado impecável no esporte. 

Apesar de se ver em desvantagem frente à Amanda Nunes, Sheetara também mencionou a possibilidade de uma futura luta com Julianna Peña, revelando o interesse em enfrentar a adversária pelo cinturão vago da divisão até 61,2 kg.  

— Eu penso que Julianna e eu seria uma grande luta. Uma excelente luta — 

Décima do ranking, Mayra Sheetara deve dar um grande salto na categoria, já que finalizou Holly Holm, que era a terceira do ranking. Aos 31 anos, a brasileira soma um retrospecto de 11 resultados positivos e dois negativos, além de um empate em sua trajetória no MMA.  

Escrito por Igor Ribeiro
Igor Ribeiro é especialista em lutas e MMA e começou a carreira na área como redator e repórter do site Super Lutas, até se tornar coordenador. Foi reporter do Quinto Quarto até julho de 2023.