C.J. Stroud surge ‘apelão’, Jalen Hurts recria lance icônico dos Eagles e muita diversão: Saiba como foi o Pro Bowl 2024

Marcelo Cartaxo | 04/02/2024 - 20:47

O Pro Bowl é considerado um dos momentos mais divertidos do ano para o fã da NFL. Além de ser um esquenta para o Super Bowl entre San Francisco 49ers e Kansas City Chiefs, as maiores estrelas dos times que não disputarão a grande final se encontram em um fim de semana repleto de desafios e muita rivalidade.

A edição de 2024 contou com Payton e Eli Manning comandando as duas equipes que se enfrentariam: AFC e NFC. Os irmãos Manning ficaram, respectivamente, com a equipe da divisão que jogaram toda suas carreiras.

Payton foi a estrela do Indianapolis Colts, da AFC South, por vários anos antes de se juntar ao Denver Broncos, da AFC East e conquistar seu segundo título de Super Bowl. Eli, por sua vez, comandou os jogadores que atuam na NFC, conferência na qual fez história na NFL derrotando Tom Brady em plena dinastia Patriots em dois Super Bowl. Até hoje, Eli Manning é o único que derrotou Brady em mais de um SB.

No domingo (4), os dois irmãos mostraram que queriam vencer o Pro Bowl mesmo sendo um jogo amistoso, mas Payton parece ter entrado na cabeça do quarterback dos Texans, C.J. Stroud, fazendo com que o quarterback lançasse algumas bolas complicadas, tanto para ele quanto para os defensores e wide receivers.

Stroud foi o principal nome do time AFC, comandando a equipe por praticamente todo o jogo, ao contrário dos quarterbacks da NFC. Eli quis mesclar os jogadores e colocou mais quarterbacks na rotação. Dentre eles estavam Baker Mayfield, Jalen Hurts e Gardner Minshew.

No final, quem levou a melhor foi Eli Manning e a NFC, conquistando a vitória contra seu irmão Payton e fazendo vitimas na AFC, como costumava fazer enquanto era jogador do New York Giants. Baker foi o MVP da partida de flag football, modalidade que tomou o lugar do “jogo das estrelas” da NFL nesta temporada e fará parte dos jogos olímpicos de Los Angeles em 2028.

No flag, os jogadores não usam capacete ou proteções no corpo, ao passo que não existe tackle nesta variação do futebol americano. Os jogadores de ataque usam uma cinta com algumas bandeiras penduradas. Caso a defesa puxe uma dessas flanelas, a jogada para imediatamente e a próxima jogada começa no exato local onde a bandeira foi retirada do jogador do ataque. Bem similar ao sistema de “downs” do futebol americano.

Jalen Hurts tenta recriar jogada que deu título ao Philadelphia Eagles em 2018

Jalen Hurts ainda não é o quarterback mais bem sucedido na história do Philadelphia Eagles, mas tentou recriar um dos lances mais icônicos na história da franquia.

Em 2018, os Eagles enfrentaram os Patriots no Super Bowl, e com a vitória em mãos, o então quarterback titular Nick Foles, que assumiu o lugar de Carson Wentz após o mesmo se lesionar na temporada, perguntou ao técnico Doug Pederson se gostaria de fazer o “Philly special”. A jogada consistia em Foles falar alguns comandos para a linha ofensiva, enquanto se movimentava sutilmente para fora do raio de snap de Jason Kelce.

A bola foi direto para o running back e a defesa comprou que seria uma corrida em direção à endzone, mas na verdade foram enganados.Em seguida, Nick Foles apareceu livre na endzone para receber o passe do touchdown derradeiro da partida.

Assim, Jalen Hurts tentou reproduzir uma variação da jogada, recebendo o passe para uma descida em campo, mas mesmo com todo o atletismo de Hurts o jogador não conseguiu recepcionar a bola e o lance se tornou um ponto alto da partida de flag no Pro Bowl.

Outros destaques do Pro Bowl 2024

A vitória da NFC na reta final do jogo rendeu à Baker Mayfield o prêmio de MVP do Pro Bowl, e Demario Davis o prêmio de melhor defensor da partida.

Ainda assim, os lances de maior destaque foram no lado da AFC, com C.J. Stroud apelando em um jogo que não precisava mostrar muito de seu talento. Felizmente, para a diversão do público e dos próprios jogadores, o Pro Bowl é um dos momentos em que podem ousar mais nas jogadas e fazer jogadas inesperadas.

Uma delas foi o passe para touchdown lançado por Keenan Allen, wide receiver dos Chargers. A jogada consistia em duas rotas diferentes: C.J. Stroud daria a volta pelo lado esquerdo do campo em direção a lateral da endzone, enquanto o tight end Evan Engram partida em direção ao mesmo tempo para o limite do campo no lado esquerdo. As rotas se desenvolveram, e Stroud que parecia ser o alvo da jogada acabou sendo a âncora que puxou a defesa e criou espaço para Engram.

Agora, os jogadores se desligam de todas as suas tarefas envolvendo a NFL por algum tempo. Depois do Super Bowl, a temporada 2024 começa apenas em setembro, deixando um vazio no coração do fã de esporte e saudade até dos jogos de menos destaque.

Escrito por Marcelo Cartaxo
Marcelo Cartaxo é um estudante de jornalismo na Universidade Veiga de Almeida, cujo interesse e paixão pelo jornalismo esportivo o levaram a acumular experiências em várias plataformas renomadas. Sua trajetória inclui colaborações notáveis em veículos como Premier League Brasil, Minha Torcida, Esportelandia, Futebol na Veia e ShaftScore.