‘F… os Giants’: Saquon Barkley admite não jogar na NFL em 2023

Pedro Rubens Santos | 19/07/2023 - 18:00

O running back Saquon Barkley, que não chegou a um acordo para extensão contratual com o New York Giants, admitiu a possibilidade de se recusar a jogar na próxima temporada da NFL

Em entrevista ao The Money Matters Podcast, o RB falou sobre ter seu valor reconhecido pela equipe e as opções que tem daqui para a frente. Na última segunda-feira (17), chegou ao fim o prazo para as franquias negociarem novos contratos com os jogadores, o que significa que as partes só podem conversar por um acordo após o fim da temporada.

VEJA TAMBÉM

+ NFL: Steelers fazem loucura por destaque e renovam com quantia absurda

+ Rival dos Jets revela o que poucos falam sobre Aaron Rodgers

Os Giants colocaram a franchise tag em Barkley, garantindo mais um ano de vínculo com o running back por um valor de cerca de US$ 10 milhões. No entanto, cabe ao jogador decidir se cumprirá ou não esse contrato de curta duração.

— Eu poderia dizer ‘f… aos Giants’ e ‘f…’ para meus companheiros de time. Querem que eu mostre meu valor e o quão valioso eu sou para o time? Eu não vou aparecer e não vou jogar. Essa é uma jogada que posso usar — revelou, no podcast.

A alternativa, caso não queira entrar em campo sob esse acordo de apenas um ano, é se recusar a ir aos jogos. Essa atitude já foi tomada por Le’Veon Bell em 2018, quando o Pittsburgh Steelers decidiu colocar a tag no astro running back, e ele, em resposta, ficou de fora durante todo o ano.

Caso opte por repetir o gesto e não vestir o uniforme azul dos Giants em 2023, Barkley não entraria em campo e estaria livre para assinar contrato com qualquer equipe após o fim da temporada da NFL.

— Todo mundo que me conhece sabe que isso não é algo que eu quero fazer, mas é algo que passou pela minha cabeça. Estou num ponto em que talvez eu precise chegar a esse nível — explicou o RB.

Saquon Barkley fora dos Giants?

Saquon Barkley enfrenta um problema comum aos running backs na NFL atualmente: a dificuldade de conseguir grandes contratos. As equipes não têm se mostrado muito dispostas a investir uma parte considerável do orçamento em atletas da posição e priorizam dar contratos de valor recorde a quarterbacks e edge rushers, por exemplo.

Um dos motivos para essa postura é o excesso de lesões que os RBs enfrentam. O histórico recente mostra que raramente dar um contrato valioso a um atleta da posição é algo vantajoso para as franquias, que geralmente preferem buscar talentos jovens e mais baratos, recém-saídos da universidade.

Com menos importância para as organizações e a dificuldade de se manterem saudáveis, os corredores têm sido pouco valorizados pelos times da liga. Do outro lado dessa batalha entre oferta e demanda estão os running backs e sua busca por contratos longos e com valores altos.

NFL: Saquon Barkley no mercado? Giants falham e devem perder astro
Escolha de segunda rodada do Draft, Saquon Barkley é um dos melhores running backs da NFL e está nos Giants desde 2018. (Foto: Icon sport)

Em junho, Barkley havia comentado sobre suas perspectivas para um novo acordo com os Giants e o que ele esperava conseguir na negociação.

— Eu não estou procurando um contrato recorde. Não estou exigindo ser o jogador mais bem pago da minha posição. Eu entendo o mercado — declarou, segundo Adam Schefter, da ESPN. — Meu objetivo é só ser compensado respeitosamente com base nas minhas contribuições para o time em campo e no vestiário. Se em algum momento houver um acordo justo para ambas as partes, estarei pronto para assinar.

O tempo passou e nenhum senso comum foi encontrado. Dessa forma, cabe agora ao RB, que teve 103,1 jardas de média por jogo e anotou 10 touchdowns em 2022, decidir qual rumo quer tomar e se aceitará entrar em campo pelos Giants na próxima temporada.

Escrito por Pedro Rubens Santos
Pedro Rubens começou a trabalhar na cobertura de futebol americano no site Torcedores.com e teve uma passagem de três anos pela ESPN, onde atuou também na produção digital. Foi repórter do Quinto Quarto até julho de 2023.