Show de Curry e recorde de Gui Santos: Warriors esmagam Pacers na NBA

Marcelo Cartaxo | 08/02/2024 - 23:22

O Golden State Warriors deu continuidade a sua campanha recente de resultados positivos. Com a vitória sobre o Indiana Pacers, o time de Steve Kerr chega à terceira vitória consecutiva nos últimos cinco jogos disputados.

Derrotando o Indiana Pacers por 131 x 109 no Gaingbridge FieldHouse, onde acontece o NBA All-Star Weekend em uma semana, os Warriors diminuem a diferença de jogos vencidos (24) para os que foram derrotados (25).

Mesmo com a vitória, o Golden State Warriors continua com a campanha negativa, e atualmente está fora da zona de classificação ao torneio de play-in. Ou seja, caso a temporada fosse encerrada nesta rodada, Stephen Curry e companhia encerrariam sua participação em 2023-24.

Sem movimentações no último dia da janela de trocas na NBA, os Warriors permanecerão com o mesmo elenco que começou a temporada, mesmo que isto custe a classificação para a pós temporada.

Stephen Curry tem noite estrelada e chegou perto de atingir marca pessoal

De acordo com Steve Kerr, qualquer jogador que não se chamasse Stephen Curry no elenco dos Warriors estaria sujeito a ser trocado, e como sempre Curry justifica a fala do técnico quatro vezes campeão como treinador na NBA.

Stephen Curry anotou 36 pontos, indo para um aproveitamento de nove bolas de três pontos convertidas em três quartos jogados. Além disso, Steph converteu seis bolas para três pontos durante o primeiro quarto, uma de suas melhores marcas em sua carreira. Por pouco, não bateu a atuação que teve em 2016 contra o Washington Wizards, quando converteu sete bolas em no 1º quarto.

Caso Curry tivesse mantido pelo menos seis bolas de três pontos todos os quartos, terminaria com 24 arremessos de três convertidos. Apesar de não manter o ritmo, Curry dominou em quadra e mostrou um de seus melhores jogos na temporada.

Gui Santos ganha minutagem, atinge melhor marca na carreira e crava enterrada monstruosa

O único brasileiro em atividade da NBA joga pelo Golden State Warriors, e assim como aquele que antecedeu Gui Santos nos Warriors, tem saído do banco aos poucos para mostrar seu talento. Hoje, Leandrinho faz parte da comissão técnica da franquia, enquanto Gui tenta carregar o legado do considerado um dos melhores brasileiros na história da NBA.

Gui nos últimos 10 jogos não entrou em quadra em quatro partidas. Agora, nas outras sete partidas tem mostrado seu valor na equipe. Com exceção de três minutos contra o Atlanta Hawks no dia 25 de janeiro e contra o Philadelphia 76ers na quarta-feira (7), todos os jogos que Santos entrou em quadra permaneceu pelo menos 10 minutos no jogo.

Recentemente, o ala brasileiro marcou seus primeiros pontos como profissional na NBA e também teve o melhor desempenho desde que chegou no time na off-season da temporada 2023-24.

Para sacramentar a boa fase do jogador, Gui recebeu uma ponte aérea de Brandon Podzieminski para uma das cravadas mais bonitas do jogo.

Arrancando elogios do técnico e de veteranos no elenco, Santos vem ganhando mais minutos em quadra, contribuindo na defesa dificultando os arremessos dos adversários, espaçando a quadra quando os Warriors tem a posse de bola e contendo os jogadores mais altos do time rival.

Com a vitória encaminhada no último período, Kerr deixou Gui em quadra por boa parte do 4º quarto, e o brasileiro respondeu a confiança encontrando bons arremessos de três pontos. Até essa atuação de Gui, seu career-high em pontos aconteceu contra o Brooklyn Nets, quando anotou 11 pontos na vitória dos Warriors. Agora, poucos jogos depois sua melhor marca surge mais uma vez.

Escrito por Marcelo Cartaxo
Marcelo Cartaxo é um estudante de jornalismo na Universidade Veiga de Almeida, cujo interesse e paixão pelo jornalismo esportivo o levaram a acumular experiências em várias plataformas renomadas. Sua trajetória inclui colaborações notáveis em veículos como Premier League Brasil, Minha Torcida, Esportelandia, Futebol na Veia e ShaftScore.