NBA: Westbrook e Beverley cobram anel caso Lakers seja campeão

Paola Zanon | 04/05/2023 - 19:00

Russell Westbrook e Patrick Beverley estão prontos para cobrar um anel do Los Angeles Lakers caso a franquia seja a campeã da NBA na temporada de 2022-23.

— Russ disse: ‘Ei Pat, se os Lakers ganharem, eu vou querer meu anel’. Eu não vou mentir. Eu vou estar lá esperando aquele anel—, afirmou Beverley, durante um episódio de seu podcast, o Pat Bev.

Westbrook e Beverley começaram a atual temporada defendendo os Lakers, mas foram negociados em fevereiro. Russell foi para o Los Angeles Clippers, enquanto Patrick foi negociado para o Chicago Bulls.

Nenhum dos jogadores teve uma atuação significativa ao lado de LeBron James, Anthony Davis e Cia. Beverley disputou 45 jogos e teve uma média de 6,4 pontos, enquanto Westbrook participou de 52 jogos e teve uma média de 15,9 pontos —uma das menores em sua carreira.

Quando ambos os jogadores foram negociados para outras franquias, os Lakers não estavam nem dentro da zona de play-in e tinham poucas esperanças de classificação.

Mas a franquia contrariou todas as faltas de expectativas e conseguiu se classificar para os playoffs na 7ª posição, depois de derrotar o Minnesota Timberwolves no primeiro jogo de play-in.

Na primeira rodada, o time de Los Angeles eliminou o vice-líder Memphis Grizzlies por 4 a 2, e nas semifinais e lidera a série contra o Golden State Warriors por 1 a 0.

LEIA TAMBÉM:

+ NBA: LeBron faz previsão grandiosa e eleva colega a lenda dos Lakers

++ NBA: Anthony Davis e LeBron revelam estratégia para bater Warriors

Não existe uma regra na NBA que impeça ou obrigue os times a presentearem os ex-jogadores com anéis, caso sejam campeões após a saída deles, mesmo que tenham atuado naquela temporada.

A única equipe da história que já foi generosa com um ex-jogador foi o Golden State, que presenteou Anderson Varejão quando ganhou o título na temporada de 2016-17.

O brasileiro havia atuado em apenas 14 jogos, com uma média de 1,3 pontos —a pior de sua carreira. Mesmo tendo sido dispensado em fevereiro, Varejão foi contemplado com o anel dos Warriors, que conquistou o título quatro meses depois.

Escrito por Paola Zanon
Paola Zanon é jornalista formada pela Cásper Líbero, repórter e redatora com passagens pelo Notícias da TV, R7 e UOL Esporte. A carreira no jornalismo esportivo começou com a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de 2019 pelo R7 até chegar ao Quinto Quarto em fevereiro de 2023. São-paulina de coração e apaixonada por basquete, futebol e viagens.