NBA: Anthony Davis e LeBron revelam estratégia para bater Warriors

Paola Zanon | 03/05/2023 - 11:30

Anthony Davis e LeBron James entregaram a estratégia que levou o Los Angeles Lakers a derrotar o Golden State Warriors  por 117 a 112 na noite de terça-feira (2), durante o Jogo 1 dos playoffs da NBA.

— Não tem preparo para eles, cara, você não se prepara para o Golden State Warriors! É uma loucura controlada, como chamamos eles — brincou o pivô, em entrevista logo após a vitória.

Em seguida, Davis deixou as piadas de lado e afirmou que o preparo é majoritariamente físico, por causa das movimentações dos Warriors em quadra.

— Sabemos quem eles são, sabemos que com eles, qualquer liderança vai pro espaço em um segundo, com eles fazendo coisas absurdas. O preparo físico para marcar esses caras tem que ser impecável. Na nossa folga já estava avisado: ‘durmam direito, comam direito. Vocês vão precisar de cárdio o jogo todo’.

LEIA TAMBÉM:

+ NBA: Steve Kerr dá opinião controversa sobre arremesso de Poole

++ NBA: astros aparecem na lista dos atletas mais ricos do mundo

Dennis Schroder, que recebeu a difícil missão de marcar Stephen Curry, confessou que teve muito trabalho para conseguir bloquear quatro de seis arremessos do rival.

— Curry tem provavelmente o melhor condicionamento do basquete atualmente, porque ele corre os 23 segundos de ataque e ainda consegue arremessar. Honestamente, vou ter que fazer uma intravenosa essa noite — brincou o armador, que é seis anos mais novo que o rival.

James concordou com os colegas e deu ainda mais detalhes sobre a mentalidade dos Lakers para o jogo.

— Você tem que manter a compostura, eu falo que esse time dos Warriors gosta de te deixar maluco da cabeça. Do nada, Curry, Klay [Thompson] ou [Jordan] Poole conseguem arremessos incríveis. Temos que respeitar esses caras. Quatro títulos em menos de 10 anos, temos que ter foco.

A dupla Davis e LeBron

Davis e LeBron formaram, mais uma vez, uma dupla impecável tanto no ataque, quanto na defesa. O cestinha da NBA anotou um duplo-duplo com 22 pontos e 11 rebotes, enquanto o pivô foi além e marcou 30 pontos, 23 rebotes e seis assistências.

— O número três ficará acima da média. Ele [Anthony] continua mostrando porque é um dos melhores jogadores que temos nesta liga — elogiou o dono da camisa 6.

— Foi um excelente Jogo 1, mas ainda não conquistamos nada — minimizou Davis.

O Jogo 2 entre as equipes, válido pelas semifinais da Conferência Oeste, será na próxima quinta-feira (4), mais uma vez no Chase Center, em São Francisco.

Escrito por Paola Zanon
Paola Zanon é jornalista formada pela Cásper Líbero, repórter e redatora com passagens pelo Notícias da TV, R7 e UOL Esporte. A carreira no jornalismo esportivo começou com a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de 2019 pelo R7 até chegar ao Quinto Quarto em fevereiro de 2023. São-paulina de coração e apaixonada por basquete, futebol e viagens.