NBA: Pistons podem trocar jogadores com os Wizards, apontam rumores

Otávio Silva | 14/01/2024 - 16:19

Último colocado na Conferência Leste e a pior campanha da NBA até o momento, o Detroit Pistons já começa a se movimentar pensando na próxima temporada, já que virtualmente o time não tem mais chances de uma classificação para a próxima fase da competição. Ciente da necessidade de reforços, a equipe já definiu dois alvos vindos de um adversário direto na competição. A troca não apenas envolveria atletas, como também preferências no próximo draft da NBA.

Segundo  Adrian Wojnarowski, um dos mais tradicionais e importantes jornalistas que cobrem basquete, os Pistons vão finalizar nas próximas semanas uma troca com o Washington Wizards, que neste momento é o segundo pior time da NBA.  Danilo Gallinari e Mike Muscala vão para os Pistons ainda nesta temporada, enquanto Marvin Bagley III, Isaiah Livers e duas escolhas na segunda rodada do draftado serão direcionadas para os Wizards.

Troca é uma tentativa de recuperação para as equipes na NBA

Marvin Bagley III e Isaiah Livers, atualmente no Detroit Pistons, vão para os Wizards em uma tentativa da franquia de Washington de tornar sua equipe mais jovem. Por outro lado, Gallinari e Muscala são jogadores com idade avançada e experientes na NBA, o que indica que a estratégia dos Pistons para o restante e início da próxima temporada é de montar um time mais experiente, ainda mais para ajudar Jalen Duren e Ausar Thompson a desempenharem um papel melhor na temporada.

Em relação a desempenho, nenhum dos jogadores empolga muito os torcedores. Do lado dos Pistons, Marvin Bagley III com média de dez pontos por partida é o que apresenta os números mais expressivos, enquanto Isaiah Livers tem média de cinco pontos por partida e quase não tem estatísticas em rebotes e arremessos, além de um aproveitamento de arremessos de apenas 34%. Já os Wizards, com os dois veteranos jogadores, vão conseguir encaminhar dois jogadores que estão fazendo uma fraca campanha na NBA.

Danilo Gallinari, de 35 anos, tem média de sete pontos por jogo e também quase zera as estatísticas de rebotes e arremessos, mas tem um aproveitamento de arremessos de 43%, bem melhor que o de Livers. Já Muscala, tem média de quatro pontos por jogo e um aproveitamento de arremessos de 36%, o que o torna uma das piores opções nesta troca envolvendo as duas equipes na NBA.

 

 

 

Escrito por Otávio Silva
Estudante de jornalismo que já passou por grandes portais como Torcedores e Minha Torcida e atualmente no Quinto Quarto. Já contribui para matérias e entrevistas em mais de oito países pelo mundo. Apaixonado por NFL, NBA e, é claro, futebol.