NBA: James Harden abre o jogo sobre saída do Philadelphia 76ers

Paola Zanon | 15/05/2023 - 09:30

James Harden, mais uma vez, nadou e morreu na praia. Após a dura derrota para o Boston Celtics no Jogo 7 das semifinais da Conferência Leste, o armador abriu o jogo sobre a permanência no Philadelphia 76ers para a próxima temporada da NBA.

— Eu só quero ter a chance de competir de novo—, afirmou, em uma entrevista para a NBC Sports Philadelphia após o confronto, sem indicar onde gostaria de estar.

Apesar de ter tido dois jogos acima dos 40 pontos na série, o Barba marcou apenas nove pontos na derrota por 112 a 88, que determinou a eliminação dos Sixers nos playoffs.

Desde o início da pós-temporada, quando começaram as férias do Houston Rockets por terem feito a segunda pior campanha do Oeste, surgiram especulações de uma possível volta de Harden.

A franquia do Texas começou a mostrar que fará de tudo para voltar a ser competitiva e aparecer nos playoffs da temporada de 2023-24, que se inicia apenas em outubro.

O primeiro passo foi sondar possíveis técnicos para o cargo —Kenny Atkinson, auxiliar do Golden State Warriors, e Kevin Young, auxiliar do Phoenix Suns, chegaram a ser cotado, mas a função ficou com Ime Udoka, ex-treinador do Boston Celtics.

Também existe muita expectativa no Draft de 2023, principalmente se os Rockets ficarem com uma das cinco primeiras escolhas da loteria, que acontecerá nesta terça-feira (16).

Entre os candidatos a calouros mais cotados estão o francês de 2,19m Victor Wembanyama e os gêmeos Amen e Ausar Thompson.

O Harden dos Rockets

James Harden foi o principal jogador do Houston Rockets durante nove temporadas e, consequentemente, se tornou um dos maiores ídolos da franquia.

No auge de sua carreira, levou a equipe do Texas aos playoffs sete vezes. Em 2018, ano em que foi o MVP da temporada regular, os Rockets fizeram a melhor campanha da Conferência Oeste e chegaram e passarem pelo Minnesota Timberwolves e Utah Jazz nas duas primeiras rodadas dos playoffs.

O adversário da final do Oeste, no entanto, foi o Golden State Warriors, que levou a série por 4 a 3 depois de estar em desvantagem por 3 a 2 —mesmo cenário dos Celtics contra os Sixers este ano.

Harden seguiu nos Rockets até o fim da temporada de 2019-2020, quando perdeu a semifinal para o Los Angeles Lakers por 4 a 1.

A saída do Barba para o Brooklyn Nets foi marcada pela frustração, tanto dele, quanto da torcida, mas o jogador nunca deixou de demonstrar seu respeito aos fãs e carinho pela franquia.

Mas mesmo que exista o interesse de ambas as partes, o contrato de Harden com o Philadelphia 76ers é válido até o fim da próxima temporada, o que é claramente um empecilho para uma possível transferência do jogador.

Suns e Kevin Durant

Outra equipe que entrou na briga para ter James Harden foi o Phoenix Suns, onde joga Kevin Durant, amigo pessoal do Barba e ex-companheiro do Brooklyn Nets.

De acordo com Brian Geltzeiler, da NBA Radio, a franquia do Arizona tem demonstrado interesse desde que começou a reestruturar seu elenco, começando pela demissão do técnico Monty Williams.

Harden e Durant mostraram química em quadra nas duas temporadas que disputaram juntos pelos Nets, mas não tiveram nenhum sucesso na franquia, mesmo ao lado de Kyrie Irving.

Por outro lado, a posição de armador dos Suns já é ocupada por Chris Paul, com quem James jogou no Houston Rockets entre 2017 e 2019. Ambos os jogadores já deixaram claro que seus estilos de jogo são incompatíveis.

Escrito por Paola Zanon
Paola Zanon é jornalista formada pela Cásper Líbero, repórter e redatora com passagens pelo Notícias da TV, R7 e UOL Esporte. A carreira no jornalismo esportivo começou com a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de 2019 pelo R7 até chegar ao Quinto Quarto em fevereiro de 2023. São-paulina de coração e apaixonada por basquete, futebol e viagens.