NBA: Harden se irrita com pedido de arbitragem em derrota dos 76ers

Paola Zanon | 12/05/2023 - 13:00

James Harden revelou um pedido incomum da arbitragem, que o deixou irritado, no meio do Jogo 6 entre Philadelphia 76ers e Boston Celtics na noite dessa quinta-feira (11/5), pelos playoffs da NBA.

— Você não sabe como é frustrante para mim quando o próprio árbitro vem na minha direção, no intervalo, pedir desculpa por não ter marcado faltas que eram faltas. Hoje foi frustrante de verdade—, afirmou ele, em entrevista a Kyle Neubeck, setorista dos Sixers no Philly Voice.

O armador, que fez dois jogos acima dos 40 pontos nas semifinais do Leste contra os Celtics, desta vez teve um número de pontos bem abaixo do esperado: apenas 13 pontos.

— Em termos de faltas não marcadas, eu sou quem mais sofre com isso nessa série, é um fato. Isso tirava todo o meu ritmo e entregava a transição que Boston queria. Nem vou olhar meu aproveitamento, sei que fiz coisas boas apesar de tudo. Defensivamente, fizemos um trabalho muito bom—, justificou Harden.

LEIA TAMBÉM:

+ NBA: ‘Sou um dos melhores do mundo’, diz Tatum após salvar Celtics

++ NBA: estrela dos Warriors é dúvida para o Jogo 6 devido a fratura

Apesar da baixa pontuação, o Barba realmente fez um bom trabalho em outros aspectos: foram sete rebotes, nove assistências, três roubos de bola e um toco.

Além das faltas em cima de Harden que não foram marcadas, os juízes ainda fizeram duas marcações que geraram polêmica. Uma delas foi dar dois pontos para os visitantes após sinalizarem violação em um toco de Joel Embiid —que no mesmo instante foi elogiado nas redes sociais da NBA.

A outra atitude incomum foi tirar dois pontos de lance livre dos Sixers no último quarto porque, segundo eles, Joel Embiid não deveria ter feito a cobrança, e sim, Tyrese Maxey por ter sofrido a falta.

O problema foi que a própria equipe de arbitragem afirmou que qualquer jogador poderia cobrar as penalidades. A sorte foi que Maxey também acertou as duas cestas e recuperou os dois pontos tirados.

Se por um lado a arbitragem precisou se desculpar com Harden, por outro, tiveram o trabalho elogiado por Jaylen Brown, que considerou que todas as faltas não dadas foram cavadas pelos jogadores do 76ers.

— No final da partida eu fiz questão de cumprimentar os árbitros, porque não marcaram as cavadas que eles acharam que seriam marcadas só porque jogavam em casa. Isso foi excelente—, declarou o celta, em entrevista coletiva após a vitória.

O resultado forçou a necessidade do Jogo 7 nas semifinais da Conferência Leste; a partida de vida ou morte para ambas as equipes acontecerá domingo (14) no TD Garden, em Boston.

Escrito por Paola Zanon
Paola Zanon é jornalista formada pela Cásper Líbero, repórter e redatora com passagens pelo Notícias da TV, R7 e UOL Esporte. A carreira no jornalismo esportivo começou com a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de 2019 pelo R7 até chegar ao Quinto Quarto em fevereiro de 2023. São-paulina de coração e apaixonada por basquete, futebol e viagens.