NBA: Gibson está perto de retornar aos Knicks, diz jornalista

André Merice | 14/12/2023 - 10:04

O New York Knicks, da NBA, está trazendo de volta um velho conhecido. A franquia está acertando um contrato de um ano com Taj Gibson, conforme disse o agente do atleta a Adrian Wojnarowski, da ESPN.

Aos 38 anos, Gibson fez parte dos Knicks entre as temporadas 2019-20 e 2021-22, mas teve uma passagem discreta. Ao todo, registrou uma média de 5.3 pontos e 4.7 rebotes em 18.3 minutos por partida.

A dúvida paira sobre o quão impactante Gibson ainda pode ser, especialmente após uma temporada menos produtiva, com médias de apenas 3,4 pontos e 1,9 rebotes por jogo em 49 partidas pelo Washington Wizards.

O retorno de Gibson aos Knicks da NBA

No entanto, a chegada de Gibson se torna crucial para os Knicks devido à necessidade de profundidade no garrafão, após a lesão de Mitchell Robinson, que fraturou o tornozelo e deve ficar afastado por, pelo menos, dois meses.

Na ausência de Robinson, Jericho Sims começou entre os titulares, na vitória sobre o Toronto Raptors. Ainda assim, Isaiah Hartenstein acabou desempenhando um papel mais significativo, registrando 11 pontos, oito rebotes, dois roubos de bola e duas assistências.

Enquanto Sims conseguiu apenas dois pontos e sete rebotes, Hartenstein deve receber mais minutos, uma vez que o técnico Thibodeau tem mostrado uma tendência de manter a coesão da segunda unidade.

— Estive sempre pronto para essa oportunidade. Acredito que demonstrei que posso desempenhar esse papel — afirmou Hartenstein em entrevista recente.

— No final das contas, sentiremos muito a falta de Mitch. Mas estou pronto. Estou preparado para tudo o que [Thibodeau] tem planejado para mim… Metade dos jogos na temporada passada, eu estava lá no final dos jogos. Estou habituado a esse papel, então estou ansioso por isso — disse.

Embora Sims e Hartenstein devam ocupar a maioria dos minutos, Gibson provavelmente ficará fora da rotação, a menos que Sims ou Hartenstein tenham problemas. Os Knicks podem optar por um rodízio menor, mas a inclusão de Gibson sugere que essa possibilidade não será frequente.

Escrito por André Merice
No Quinto Quarto desde janeiro de 2021, André Merice cursa o 7º período de jornalismo na Universidade de Ribeirão Preto. Apesar de ser torcedor do São Paulo Futebol Clube, André se encontrou na área dos esportes americanos e hoje se tornou torcedor LeBron James e um admirador de Stephen Curry, o "Víbora".