NBA: Booker Durant combinam para 72 pontos e freiam show de Jokic

André Avelar | 07/05/2023 - 23:28

O Phoenix Suns precisou se desdobrar para vencer o Denver Nuggets neste domingo (7), no Footprint Center, no Arizona. Apesar da atuação fantástica de Nikola Jokic (53 pontos), Devin Booker e Kevin Durant (72 pontos combinados) trataram de arrancar a vitória por 129 a 124 para empatar a série em 2 a 2, pela semifinal da Conferência Oeste da NBA. A dupla teve a colaboração de um herói improvável: Landry Shamet.

O Jogo 5 acontece nesta terça-feira, às 23 horas, quando a série volta para o Colorado. Quem vencer desse confronto enfentará aquele que passar de Golden State Warriors e Los Angeles Lakers — os Lakers lideram por 2 a 1.

Mais uma vez sem Chris Paul, com uma complicada lesão na virilha esquerda, o time da casa teve de se virar na armação das jogadas. Cameron Payne trouxe uma contribuição interessante, sobretudo nas bolas de três pontos, como seu peculiar arremesso, mas faltava maior cuidado com a bola.

Devin Booker e Kevin Durant ficaram responsáveis pelas ações ofensivas, enquanto enfileiravam as suas cestas. Parecia, no entanto, faltar alguma coisa na formação do ataque. Daí então apareceu DeAndre Ayton. O pivô deve uma grande apresentação no embate contra Nikola Jokic, se destacou em algumas jogadas e foi atrapalhado pelo acúmulo de faltas.

Coube a Jokic, aliás, protagonizar um lance inusitado. Em uma briga pela posse entre Jamal Murray e Josh Okogie, que caíram sobre torcedores presentes na primeira fileira do fundo da quadra, Matt Ishbia, dono dos Suns, segurou a bola. Ainda que a partida não pudesse recomecar rapidamente, Joker quis tomar a bola e empurrou Ishbia. Outro torcedor, que empurrou o pivô, foi expulso de quadra. O jogador levou uma falta técnica.

LEIA MAIS:

+ Harden brilha na prorrogação, e 76ers empatam série em decisão do VAR
++ Klay Thompson admite surra dos Lakers, mas dá aviso afiado
+++ Bronny James, filho de LeBron, anuncia em qual time jogará

Na volta do intervalo, um festival de bolas de três pontos começou a cair no deserto do Arizona. Landry Shamet, Terrence Ross e Booker, esse em jogadas consecutivas, construíram a maior diferença no placar até então: seis pontos. Antes disso, haviam sido16 trocas na liderança, fruto de um placar sempre apertado. Na defesa, a dificuldade estava em limitar Jokic, que já passava dos 40 pontos.

Os últimos 12 minutos foram de ainda mais intensidade para as duas equipes. O fato curioso, que superou a dupla Booker-Durant ou a pontuação de Jokic, foram ainda mais bolas de três pontos de Shamet. O herói improvável estava lá, com um total de 19 pontos, sendo cinco bolas de três pontos.

A vitória ainda estava longe de estar garantida. No último minuto, o mesmo Shamet errou um arremesso de três e a diferença ficou em uma posse de bola. Jokic ainda perdeu uma bandeja e, só aí, a vitória ficou com os Suns.