NBA: Miles Bridges se desculpa por ‘constrangimento’ após agredir namorada

Pedro Rubens Santos | 18/07/2023 - 19:00

O ala Miles Bridges está de volta ao Charlotte Hornets após uma temporada de ausência da NBA. Ele foi preso há um ano, acusado de violência doméstica e abuso infantil.

A ex-namorada do atleta acusou-o de tê-la estrangulado, quebrado o seu nariz e lhe gerado uma concussão na frente dos filhos. Em novembro, Bridges optou por não questionar as alegações e concordou com sua sentença de três anos de liberdade condicional.

VEJA TAMBÉM

+ Punição de Miles Bridges por violência doméstica foi menor que de Ja Morant

+ Draymond Green e LeBron apoiam Miles Bridges mesmo após violência doméstica 

Nesta intertemporada, recebeu uma oferta para voltar a jogar pelos Hornets. Nesta terça-feira (18), o ala falou com a imprensa e iniciou a coletiva fazendo uma declaração sobre o caso:

— Primeiro de tudo, só quero pedir desculpas a todo mundo pela dor e constrangimento que causei a todos, mas especialmente à minha família. Usei este ano ausente para priorizar ir à terapia e me tornar uma pessoa melhor.

Bridges agradeceu a “segunda chance” recebida e disse estar feliz pelo retorno ao time no qual começou a carreira na NBA — o ala defende os Hornets desde 2018.

— Quero agradecer a NBA e os Hornets por me darem uma segunda chance. Muitas pessoas não recebem essa chance, e quero usá-la para provar a todos que sou o mesmo garoto que vocês draftaram cinco anos atrás — declarou.

Miles Bridges suspenso pela NBA

Depois da prisão, a NBA conduziu sua própria investigação sobre o caso e decidiu suspender Miles Bridges por 30 jogos. Como o jogador ficou de fora de toda a temporada 2022-23, a liga considerou que 20 partidas já haviam sido cumpridas. Portanto, o ala dos Hornets perderá somente 10 compromissos no início da campanha.

Fora das quadras, Bridges pegou três anos de liberdade condicional, além de ser obrigado a cumprir 100 horas de serviço comunitário e comparecer a cursos de aconselhamento e paternidade. O jogador deverá passar por testes semanais de drogas e tem uma medida restritiva de 10 anos em relação à vítima. As informações são do New York Times.

Miles Bridges, do Charlotte Hornets. Foto: Icon sport
Miles Bridges retornou ao Charlotte Hornets para a temporada 2023-24 após um ano de ausência por violência doméstica. (Foto: Icon sport)