Mercado NBA: Damian Lillard pode influenciar planos dos Warriors na free agency

Samir Mello | 05/07/2023 - 12:30

Após trocar Jordan Poole e adquirir Chris Paul, o Golden State Warriors ainda não terminaram de se movimentar no período de free agency da NBA. Um dos principais alvos da equipe californiana é Dario Saric, jogador que é considerado ideal para o sistema do técnico Steve Kerr pelo seu tamanho, versatilidade e capacidade de espaçar a quadra.

No entanto, os planos de Golden State de contar com Saric dependem do desfecho de, talvez, a principal novela desta free agency. Segundo Jake Fischer, do Yahoo Sports, o ala-pivô croata estaria observando a situação de Damian Lillard com o Miami Heat.

– Ficou evidente durante as entrevistas de fim de temporada com os jogadores do Heat, segundo fontes, que Miami estava preparando sua folha salarial para mudar significativamente o seu elenco. A organização avisou a agentes livres como Malik Beasley, que assinou contrato de um ano com Milwaukee na segunda, que Miami estava em modo espera antes de dar prosseguimento a contratos mínimos para veteranos, segundo fontes. Outros jogadores como Josh Christopher, recentemente trocado de Houston para Memphis, e Dario Saric, que despertou o interesse de Golden State, poderiam também estar envolvidos com Miami dependendo da situação com Lillard –, explicou Fisher.

Segundo especulação do site Golden State of Mind, o interesse de Saric por Miami se dá pelo fato de que o Heat poderia oferecer ao jogador um ano adicional em seu contrato. Já os Warriors, por motivos de multa em sua folha salarial, não poderiam igualar uma possível oferta da equipe da Flórida.

Quem é o alvo croata dos Warriors nesta free agency da NBA?

Aos 29 anos, o croata Dario Saric está na NBA desde 2014, quando foi escolhido com a pick 12 pelo Orlando Magic. No entanto, seus direitos foram logo trocados para o Philadelphia 76ers. Ele teve passagens também pelo Minnesota Timberwolves, Phoenix Suns e Oklahoma City Thunder.

Além de diversos prêmios individuais e coletivos em sua carreira na Europa, na NBA, fez parte do primeiro time ideal de calouros de 2017. Em sua carreira, tem médias de 11 pontos, 5.6 rebotes e 1.9 assistências.