NBA: Lakers x Nuggets é consolidação para LeBron e Davis e revanche para Jokic

Pedro Rubens Santos | 16/05/2023 - 08:00

Nesta terça-feira (16), Los Angeles Lakers e Denver Nuggets começam a definir quem representará o Oeste nas Finais da NBA da temporada 2022-23. O duelo é uma reedição da final da conferência em 2020 e promete entrar para a história dos playoffs da NBA.

Os Nuggets tiveram a melhor campanha e se classificaram em primeiro na conferência Oeste. No caminho, derrubaram o Minnesota Timberwolves (4-1) e o Phoenix Suns (4-2). Eles encaram os Lakers, donos do sétimo melhor record na temporada e que eliminou o Memphis Grizzlies (4-2) e o Golden State Warriors (4-2).

VEJA TAMBÉM

+ NBA: ‘Bolha’ de 2020 retorna com Lakers, Nuggets, Heat e Celtics nas Finais

++ Lakers na final do Oeste após começo desesperador representa marca histórica

Em 2020, na ‘bolha’ de Orlando, os times fizeram cinco confrontos para decidir quem iria à final. O time de Los Angeles levou a melhor e avançou para, depois, se tornar campeão contra o Miami Heat.

Agora, quase três anos depois, um novo enfrentamento permite a escrita — ou a reescrita — de uma história importante para a principal liga de basquete do planeta. Para Nikola Jokic, por exemplo, é a chance de mostrar que é capaz de levar seu time às finais e deixar para trás o rótulo de “pipoqueiro” que alguns atribuem a ele.

O pivô, eleito MVP da liga em 2021 e 2022, não conseguiu ser destaque na série, em Orlando, e viu os Nuggets caírem sem muita resistência para os Lakers de LeBron James e Anthony Davis, que tiveram grandes atuações. A dupla espera chegar a mais uma final e colocar seus nomes no topo novamente, em feito que aumentará, sem dúvidas, as discussões sobre LeBron ser o maior jogador da história.

Relembre a final entre Lakers e Nuggets em 2020

Na final do Oeste de 2020 não teve jeito: LeBron e Davis foram muito dominantes. Em todas as partidas da série um dos dois terminou como cestinha. Destaque para a atuação de AD no Jogo 1, quando anotou 37 pontos, e do King no Jogo 5, em que teve 38 pontos.

Os Lakers abriram 2-0 com uma vitória tranquila por 126 a 114 e outra apertada por 105 a 103. Na sequência, os Nuggets conseguiram seu primeiro triunfo ao fazer 114 a 106 no Jogo 3.

Anthony Davis e LeBron James, do Los Angeles Lakers. Foto: Cary Edmondson / SUSA / Icon sport
Anthony Davis e LeBron James, do Los Angeles Lakers. (Foto: Cary Edmondson / SUSA / Icon sport)

LeBron e Davis combinaram para 60 pontos na vitória de L.A. por 114 a 108 no Jogo 4, quando Jokic não foi bem. O sérvio terminou com 16 pontos e sete rebotes na noite em que seu time ficou a uma derrota da eliminação.

E a queda veio dias depois, no Jogo 5. O pivô dos Nuggets anotou 20 pontos e, novamente, sete rebotes, mas viu a dupla dos Lakers seguir pegando fogo, e o placar anotar 117 a 107 para os Lakers. LeBron teve 38 pontos, e Davis fez 27 para classificar a equipe à decisão da liga.

O embate entregou menos equilíbrio do que prometia e acabou sendo um duelo desigual, com os dois astros de Los Angeles brilhando todas as noites, enquanto Jamal Murray e Jokic não foram capazes de acompanhar o ritmo.

Desde então, o principal jogador dos Nuggets evoluiu consideravelmente e aumentou seu nível de jogo. Ele esteve entre os três melhores jogadores da NBA em todas as temporadas — venceu o MVP em 2021 e 2022 e terminou em segundo lugar em 2023, atrás de Joel Embiid, do Philadelphia 76ers.

Novamente diante de LeBron e companhia, o ‘Joker’ tem a chance de reeditar um episódio incômodo de sua carreira e chegar pela primeira vez à grande decisão do basquete para colocar efetivamente seu nome entre os grandes da história.

Depois do título, os Lakers não conseguiram repetir o feito da ‘bolha’ e retornar às Finais, e agora têm a oportunidade de voltar ao principal palco e conquistar o título que colocaria a equipe como a maior campeã da história da liga, acima do Boston Celtics. Atualmente, as duas franquias estão empatadas com 17 conquistas.