‘Mudou a minha mentalidade’, diz Klay Thompson sobre conversa com Kerr

André Merice | 03/01/2024 - 12:58

Após a vitória do Golden State Warriors sobre o Orlando Magic na última terça-feira (2), Klay Thompson compartilhou reflexões profundas sobre a montanha-russa que tem sido sua temporada, repleta de altos e baixos.

Em meio há uma temporada irregular, Thompson e o técnico Steve Kerr se sentaram para uma conversa franca sobre o estado de espírito do jogador que, aos 33 anos, quer aproveitar os últimos capítulos de sua carreira.

Klay Thompson e a conversa com Kerr

Em entrevista coletiva, Thompson admitiu que, por vezes, esquece do sucesso e da sorte que teve ao fazer parte de equipes campeãs, jogos de estrelas e conquistas como medalhas de ouro. Em busca de retornar ao auge, ele percebeu que, por vezes, pode estar atrapalhando seu próprio caminho.

— Isso me ajudou muito a relaxar. Às vezes me esqueço do sucesso e da sorte que tive por fazer parte de equipes campeãs, jogos de estrelas e medalhas de ouro. E quando você quer tanto voltar a esse nível, você pode atrapalhar seu próprio caminho, em vez de forçá-lo — contou o ala-armador.

As frustrações de Klay Thompson tornaram-se visíveis no banco, refletindo no desempenho da equipe. Kerr, Stephen Curry e outros membros da comissão expressaram preocupações sobre a falta de coragem e foco coletivo, refletidos na atual campanha. No entanto, na última noite, Thompson marcou 15 pontos, contribuindo para a quebra de jejum da franquia.

— Tive uma conversa sobre como aproveitar o último capítulo da minha carreira e como realmente sou sortudo por jogar este jogo em alto nível e ser um mentor melhor para os jovens. Liderar pelo exemplo e ter a energia certa em todos os jogos. Ele me ajudou a perceber que tenho energia negativa e como isso afeta negativamente a equipe — disse Thompson.

Com o contrato chegando ao fim e a possibilidade de se tornar um agente livre, Thompson enfrenta uma das piores temporadas de sua carreira, o que intensifica o desejo de um retorno aos melhores dias. Ao todo, Klay disputou 32 jogos, com médias de 16.7 pontos, 3.7 rebotes e 2.1 assistências.

Kerr teve um papel importante ao conversar com Thompson sobre como aproveitar ao máximo o último capítulo de sua carreira. O treinador destacou a sorte de jogar em alto nível e ser um mentor para os jovens, encorajando Thompson a liderar pelo exemplo e manter uma energia positiva em cada jogo.

— Tivemos uma ótima conversa e isso mudou toda a minha mentalidade e esqueci os arremessos divididos, os jogos de estrelas e simplesmente gosto de estar com o uniforme do Warriors e aprecio o que construímos. Porque é uma oportunidade tão rara para qualquer atleta profissional fazer parte de tanto sucesso e tentar passar essa tocha para os mais jovens para continuarem assim — finalizou Klay Thompson.

Próxima rodada da NBA

Após encerrar a sequência de três jogos sem vencer, o Golden State Warriors retoma as atenções para o duelo contra o Denver Nuggets. A bola sobe nesta sexta-feira (5), 00h (de Brasília), no Chase Center, em São Francisco.

Escrito por André Merice
No Quinto Quarto desde janeiro de 2021, André Merice cursa o 7º período de jornalismo na Universidade de Ribeirão Preto. Apesar de ser torcedor do São Paulo Futebol Clube, André se encontrou na área dos esportes americanos e hoje se tornou torcedor LeBron James e um admirador de Stephen Curry, o "Víbora".